Dorama: Kieta Hatsukoi (My Love Mix-Up!) #2 – Impressões

E o prêmio de melhor ator vai para… Aoki!!!

Estou de volta para falar de “Kieta Hatsukoi” aqui no blog. Não resisti. O episódio #2 foi simplesmente gracioso, perfeito e nele, tivemos um acontecimento que foi bem mais rápido do que eu esperava. Irei continuar comentando os episódios da série? O tempo dirá. Por enquanto, vamos focar no 2° capítulo ^^


Na postagem de primeiras impressões, eu comentei que havia começado a ler o mangá apenas para ver qual era a dele, ter uma noção do que esperar, etc. A parte que li do mangá foi até mais ou menos a metade desse capítulo. Boa parte do conteúdo passado aqui foi material inédito para mim e eu não poderia estar mais feliz! Quando eu leio um mangá (bom) que eu não sei nada da obra ou o que virá a seguir, tenho aquele impacto do momento, seja ele em um clímax dramático, uma cena de comédia, ou plot twist ou revelação importante. Mas com outras mídias, essas emoções e sensações podem ser potencializadas, desde que sejam bem feitas naquela mídia. Vendo um anime eu tenho uma reação maior e num dorama, tende a ser ainda mais forte (por ser com pessoas reais atuando) e é o que aconteceu aqui.

Mas antes de falarmos disso, vamos ir por partes, do começo. Esse episódio foi bem gostosinho, sendo focado nos preparativos do Festival Escolar, enquanto o Aoki tenta empurrar (ou criar oportunidades, se preferirem) o Ida para a Hashimoto em muitas tentativas frustradas. Seguimos o capítulo naquela pegada de desentendimentos, com o Aoki tentando criar oportunidades para a Hashimoto ficar sozinha ou próxima do Ida e não dando certo, porque o personagem é meio lerdo e o Aoki não explica tudo com clareza, ocasionando momentos diversos e divertidos. Apesar da estrutura de enganos seguir sendo ‘a mesma’, a autora vai colocando situações bem distintas. Normalmente vem acompanhado de algum diálogo interessante que desenvolve os personagens e faz a história caminhar. Claro que temos os momentos de comédia pura e que são maravilhosos, por sinal. Mas em outras partes, a autora emenda com algum tema que vem a ser importante para os personagens. Por exemplo, a conversa entre o Aoki e o Ida após o termino dos cenários para a peça. O Ida vai conversar com o Aoki que parecia meio para baixo e conforta ele a sua maneira, o que no fundo deixa o garoto meio sentido.

Adorei a volta dos dois para casa. Foi excelente e tão fofo. O Aoki chorando por o Ida ter sido gentil com ele. Ai meu Deus, que coisa fofa. Desde ali a produção vai deixando mais evidente que o Ida mexe com o Aoki. Mesmo em relutância aos sentimentos, o Aoki não consegue evitar de pensar em coisas como “O que farei se começar a gostar dele???”. Gosto muito desses processos narrativos em romance. A forma como obras shoujo fazem isso, para mim, é ainda melhor! E como já diziam os sábios: Depois do ‘badum’, não tem mais volta! XD

Posteriormente a isso, chegamos ao fatídico dia do Festival e como não poderia faltar, temos um problema. Os protagonistas da peça ficaram doentes e precisam de substitutos. Acabam implorando para a Hashimoto fazer o papel de Cinderela, com o Aoki se oferecendo para fazer o papel, porque ela estava desconfortável (iam obrigar a coitada) e o Ida acaba ficando com o papel de Príncipe. Amei a sala vendo química nos dois. MARAVILHOSO! Agora na peça em si, as atuações do Aoki são dignas de um Oscar! Uma sequência muito divertida, tanto pelo fato de ser uma peça de escola (que tinha mais orçamento do que muito anime) e que já sugere algo mais pela galhofa. Para completar, tem aqueles erros não intencionais que tornam tudo ainda melhor. E temos cenas com direito de clima romântico com o Aoki caindo e sendo segurado pelo Ida (o motivo do meu colapso). Novamente batem na tecla do Aoki estar começando a sentir algo pelo garoto, deixando ele todo nervoso com o ocorrido. Já dizia o mangá shoujo: uma tropeçada e alguém te segurando, é o bastante para despertar uma paixão 🙂

Igualmente bom foi o Ida entrando em ‘defesa’ do Aoki quando a sala começou a zoar com o possível olhar apaixonado dele. Nessa hora o Aoki também estava mais pensativo no garoto e em como poderia se sentir em relação a ele. Agora, o que de fato me deixou bem surpreso foi o final do episódio. Não esperava que o Aoki fosse começar a entender o que sente pelo Ida tão rápido. Foi algo que eu realmente não esperava, mas me deixou bem feliz. Um encerramento de episódio muito bom. A cena em si, considerando a direção, ficou muito boa também. Sigo gostando bastante do que está sendo feito aqui. O roteiro e a direção, assim como os atores, estão muito bem entrosados para fazer e entregar excelência em cada cena e cada passagem.


Um assunto mais fora do tema: não sei se é apenas uma impressão e não posso afirmar, pois não leio muitos shoujos atuais, mas tenho a impressão de que a forma que os relacionamentos progridem na demografia estão bem mais ágeis atualmente. Alguns anos atrás, um dos ‘argumentos’ que mais via sendo usado para justificar o preconceito com shoujos, eram que as tramas são muito enroladas, que os personagens levam 10 volumes apenas para darem as mãos, coisas do gênero. Hoje, as coisas parecem estar diferentes. Mostra que são outros tempos e uma evolução das tendências na demografia. Interessante se notar isso e mostra também que nada é imutável. Tudo progride com o tempo e os shoujos de agora, com uma nova leva de autoras, está muito mais ligado ao sentimento sendo expresso de forma mais clara. Por exemplo, Yubisaki to Renren e Hananoi-kun to Koi no Yamai, dois shoujos atuais da DESSERT (Kodansha). Os protagonistas entendem seus sentimentos e engatam o relacionamento muito rápido. Enfim, novas tendências e só achei interessante trazer isso para cá ^^


Com essa declaração do Aoki, confessando que acredita que gosta do Ida para a Hashimoto, a partir daqui as coisas devem fluir com maior velocidade. Daqui em diante eu não sei nada do que acontecerá na história, mas se for como eu imagino, o namoro dos dois não deve demorar muito para começar!

*Aoki e Ida*

Reforço aqui que não sei se vou continuar comentando “Kieta Hatsukoi” aqui no blog. Vai depender da minha disposição (vide que estou atolado de coisas para fazer e escrever) e do conteúdo dos episódios. Independente de qualquer coisa, fiquem atentos que pode aparecer quando menos se espera. E leiam outros textos daqui do blog ^^

Protejam esse sorriso!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s