Resumo da live da NewPOP (14/10/2021)

Boa noite ^^ . Hoje, dia 14 de outubro, tivemos mais uma live da editora NewPOP com informações a respeito de revisão/tradução, Mo Dao Zu Shi e mais. O vídeo pode ser assistido pelo link abaixo.

Pré-vendas


Atualizações

  • Os envios da assinatura de On or Off #2 serão iniciados a partir de amanhã;
  • Os envios dos BLs da Mimosa, comprados na loja da editora, foram concluídos hoje;
  • Força, Nakamura!! e Given #6 devem ser os próximos BLs a serem lançados. Depois deles, deve sair Links;
  • Lebre e Coelho #1 (postal autografado) e Rei de Lata #2 devem entrar em pré-venda na loja da editora na semana que vem. Estão vendo se colocam o postal autografado que veio no Rei de Lata #1 para quem comprou na Loja NewPOP, como brinde do volume #2, porque ainda sobrou uma boa quantidade;
  • Hyperventilation está sendo diagramado e a capa está em aprovação;
  • A tradução de Re:Zero EX deve estar no volume 2. A editora está fazendo o contrato do 5º volume nesse momento;
  • Made in Abyss #9 está em revisão final. Logo ele entra em algum dos checklists deste ano;
  • A capa de The Hellbound foi aprovada. A editora está revisando ele para colocar no cronograma de lançamento;
  • A editora mostrou a descrição de ilustração de duas capas de Mo Dao Zu Shi. Confiram por aqui (descrições 1 e 2).
  • A NewPOP ainda não sabe quando poderá divulgar as capas. Precisam ser aprovadas primeiro e por enquanto, só acertaram com a licenciante de aprovar os rascunhos delas;
  • A pré-venda de Mo Dao Zu Shi #1 deve ser iniciada ainda em 2021. Já o lançamento não será neste ano;

Outras informações

  • Chegaram novos marcadores de página na NewPOP. Um deles é do selo PRIDE. Lembrando que eles são brindes para quem adquire algum produto na loja da editora;
  • Em breve teremos novidades da live com o Guto;
  • A live da novels ainda não tem data definida, mas irá acontecer em algum momento;
  • A editora ainda não tem novidades sobre o domínio Danmei;
  • A NewPOP está estudando muito a questão de combos/assinaturas. Além da incerteza com a situação dos Correios, ainda tem a questão que o frete gratuito diminui a margem de lucro da editora, especialmente em títulos mais baratos;
  • Todos os lançamentos já foram enviados para Amazon;
  • Há chances de publicarem a continuação de Força, Nakamura!!, mas a editora disse que precisa primeiro ver o desempenho dele antes de qualquer coisa;
  • A editora disse que por praticar preços mais baixos, a margem de lucro deles é mais apertada. Assim tem alguns brindes que não são possíveis de serem feitos. Contudo, ela disse que brindes na área de artigos de papelaria (postal calendário, adesivos, …) são mais viáveis;
  • A NewPOP está buscando canais especializados que falem de The King of Fighters para divulgação do mangá. Disseram que se o público conhecer algum, podem passar para eles;
  • Comentaram acerca de Yuri/GL e shoujo serem escassos no mercado brasileiro e perguntaram para a NewPOP o que ela acha sobre o assunto. Ela disse que não acha que “shoujo não vende”. Ela disse que tanto produto licenciado que ainda não conseguiram encaixar um shoujo no cronograma. A editora relembrou que tem shoujos para anunciar. Para ela, se a história for boa e tiver um bom marketing, ela vende. Ainda mais sendo uma demografia tão ampla;
  • A NewPOP disse que está começando com o yuri de forma tímida. Fez alguns testes, colheu alguns resultados e está fazendo algumas análises. A editora disse que teremos vários yuris para serem anunciados no ano que vem. Ela disse que não faz sentido ter um selo chamado PRIDE e não ter yuris lançados dentro desse selo;
  • Perguntaram para a NewPOP se existe a possibilidade de trazer o mangá de Me Apaixonei Pela Vilã!. Disseram que se a light novel for bem recebida, é possível que venha. Por enquanto, nada confirmado;
  • A editora comentou sobre a entrevista que a Inori (Me Apaixonei Pela Vilã!) fez com o ANMTV. Vocês podem vê-la por aqui;
  • Na última live, o Junior tinha dito que pediu para a equipe colher números que comprovassem a fala de que eles “só publicam BLs” não tem fundamento. Isso deu a entender que já tinham esses números, mas na verdade, eles ainda vão fazer esse levantamento. Em uma live futura, a editora deve apresentar o resultado;
  • A pesquisa sobre Mo Dao Zu Shi será lançada nas redes sociais da editora amanhã;
  • A editora disse que trará títulos tailandeses;
  • A editora disse que irá usar pronomes neutros em Terras da Gemas. NOTA OFICIAL DA EDITORA: O Júnior se confundiu em suas considerações. Na verdade, como várias “espécies” dos personagens não possuem gênero, a editora tentou ao máximo possível deixar as coisas mais neutras, utilizando artifícios gramaticais para contornar a situação. A informação foi passada no Twitter da editora ao final da live;

Tradução/revisão

  • Sobre a discussão a respeito da revisão dos títulos da editora que ocorreu no fim de semana: A NewPOP disse que não tem muito o que falar. Se tem erro e a NewPOP souber sobre ele, precisa resolvê-lo. Eles fizeram uma reunião no sábado (9) para averiguar o que aconteceu e verificaram alguns padrões de erros. Ela disse que não tem uma desculpa, que se a editora errou, ela mesma deve resolver;
  • A NewPOP disse que sabe que o público é cliente e que podem ter o amor que for por ela, mas que se existe algum problema, ele deve ser apontado. Não precisam atacar quem faz críticas. Ela está ciente que tem pessoas que aproveitam essas situações para criticar o que não tem problema;
  • A editora não trabalha somente com um revisor. De acordo com a NewPOP, muitas vezes consta apenas um nome na revisão, porque as páginas de expediente são aprovadas com muita antecedência. Muitos mangás que estão na gráfica agora, já estão com o expediente aprovado e não é possível incluir mais nada;
  • A NewPOP comentou que desde do ano passado estão ampliando a equipe. A parte da equipe que o Junior mais queria melhorar e aumentar é a editorial. Foi garantido que essa questão será melhorada. Não é nada de descaso ou algo parecido. Segundo a editora, o “erro não se justifica”;
  • Sobre a tradução de Porque o Amor Existe!: no meio da discussão, comentaram que um dos protagonistas é transfóbico e que como podia a editora publicar uma obra no selo PRIDE que ofende diretamente uma parte da comunidade LGBTQIA+. A NewPOP explicou que o mangá trata justamente do desenvolvimento desse personagem, uma pessoa transfóbica que passa por uma evolução no decorrer da história. A tradutora do mangá escreveu uma nota sobre isso e o Alexsander fez uma transcrição durante a cobertura da live: “Em ‘Porque o Amor Existe!’, o Jovem Mestre chama Aya o tempo todo de forma transfóbica. Na história, no começo, ele é alguém que tem uma visão preconceituosa e está resistindo de forma agressiva, os sentimentos que ele está começando a sentir pelo outro personagem [Aya]. Da metade para o final do mangá, ele começa a ‘suavizar’ e só final, ele para de ofender o personagem.”
  • Segundo a NewPOP, a ideia é combater o preconceito. Apresentar como é ofensivo, nocivo e que existe esse tipo de coisa no país (Brasil, Japão, no mundo …). É para ficar com raiva do personagem no começo. No desenrolar da história, o leitor percebe a mudança de postura dele, para que no final, seja possível ver toda a evolução do personagem e a importância de respeitar os outros;
  • Agora acerca da adaptação de Friendship Lover: sobre o “penteado rigoroso” que apareceu na obra. A NewPOP disse que o penteado do personagem era todo certinho, preciso e exagerado. A tradutora fez uma nota relacionada ao assunto. O Alexsander também fez a transcrição dela: “Daí a decisão de adaptar para ‘penteado rigoroso’, pois a identificação da severidade e exagero do penteado é importante para mostrar a personalidade e na desconstrução do personagem. A escolha de deixar como ‘rigoroso’ foi pensada, mesmo que não pareça como uma pessoa fale. Às vezes o japonês tem expressões que não existem no nosso cotidiano, logo pode ficar um pouco artificial. E muitas vezes, se adaptasse para algo mais livre, a mensagem original seria perdida pelos leitores.”
  • Essas decisões, a editora deixou bem claro, num processo de adaptação, que não significa que eles são os ‘donos da verdade’, que a escolha de adaptação deles tenha sido a melhor opção. Eles estão cientes disso. A editora toma decisões pensando e nada foi feito de qualquer forma;
  • Às vezes, quando a editora faz reimpressão de obras antigas, ela até retira algumas palavras que não são mais corretas, e substituem por outras. Ela deu como exemplos as palavras “judiar”, “a coisa tá preta” e “criado mudo”;

Por hoje é só. Até a próxima semana 🙂 . Segue a thread com a cobertura do Alexsander.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s