Mushoku Tensei: Isekai Ittara Honki Dasu 2nd Season #1 – Primeiras Impressões

O retorno de uma das bombas da Temporada de Outubro de 2021.

Olá pessoas! Estamos eu e o Alê aqui de volta para comentarmos novamente sobre essa atrocidade em formato de anime, Mushoku Tensei Segunda Temporada. Para quem leu a nossa review da primeira parte dessa obra, mais ou menos sabe qual será o rumo e o tom dessa nossa conversa. Tentaremos comentar episódio a episódio de Mushoku. Veremos se vamos conseguir fazer isso sem danos mentais. xD Fiquem com a nossa discussão sobre o episódio e boa sorte para os malucos que ainda assistem esse anime sem ser afetado psicologicamente. xP

SINOPSE: Quando um fracassado de 34 anos é atropelado por um ônibus, sua história não acaba. Reencarnado em um novo mundo como criança, Rudy aproveitará cada oportunidade para viver a vida que sempre quis. Com novos amigos, habilidades mágicas e coragem para fazer tudo o que sempre sonhou, ele embarca em uma aventura épica – com toda a sua experiência do passado intacta! FONTE: FUNIMATION

RUB: Alê, voltamos a postagem de primeiras impressões, agora da Temporada de Outubro, e não podíamos retornar sem grande estilo (ou não, pois nessa estreia só tenho raiva e ódio pelo autor disso daqui) se não fossem para comentar sobre a estreia da segunda parte de Mushoku Tensei. Fizemos uma review da primeira parte (link aqui) e naquele momento, o Alê e eu notamos que desperdiçamos uma grande “oportunidade” de ter tido postagens semanais desse anime, pois ele merecia um destrinchamento, analisando episódio a episódio sobre essa “linda” obra. Agora não vamos deixar passar em branco e tentaremos, na base da força do ódio, comentar semanalmente sobre Mushoku. E até quero começar falando de como esqueci totalmente o sentimento que eu tinha lá no começo do ano sobre o anime.

Também, são mais de 6 meses entre uma temporada e outra, que acabei abstraindo da minha mente tudo de negativo que essa obra me passava enquanto assistia ela. E não é que essa estreia foi um sentimento de nostalgia DOS INFERNOS, pois veio tudo de uma vez. Recordei 100% os motivos que odeio tanto Mushou Tensei. Caralho Alê, a cena de abertura foi o protagonista desejando o corpo NU DE UMA GURIA DE 13 ANOS DE IDADE. REPITO: 13 ANOS DE IDADE. Aliás, as imagens promocionais desse anime deixam BEM CLARO o público alvo dessa merda. Se vocês procurarem (vão achar fácil), é basicamente são desenhos de todas as personagens de biquíni bem pequeno e em poses ginecológicas, para satisfazer os otakus pedofilos e punheteiros que defendem essa merda. Olha Alê, eu não consigo ver comentários de pessoas passando pano para o anime. Se até fossem mensagens conscientes dos problemas, até aceitaria. Tipo: “Entendo que o protagonista é bem ruim, mas vejo o anime pelo mundo, pela animação, pelas lutas…”. Essa análise critica é um exemplo perfeito de como uma pessoa pode gostar de uma obra, desde que reconheça que ela tem SÉRIOS problemas. A parada que não é assim os comentários que eu encontro. São geralmente defendendo alguma ação MERDA do protagonista, colocando um comparativo bem absurdo para justificar tais ações. “Ele era um pedófilo na outra vida. Ele não pode mudar de uma hora para outra.” Caralho, ele ter 40 anos, RENASCER NA PORRA DE UM OUTRO MUNDO, APRENDER UMA PORRADA DE COISAS NOVAS E AINDA ASSIM ELE NÃO REFLETIR SOBRE AS SUAS AÇÕES, ALGO ESTÁ DE ERRADO NESSE ROTEIRO. Na verdade, tem algo de MUITO errado no autor mesmo, porque defendeu o personagem que ele criou em uma entrevista com umas desculpas bem esfarrapadas, que olha, parecia um politico brasileiro falando que rouba não para si, mas para ajudar o Brasil como um todo. Mas tem um outro comentário que acho maravilhoso dos otakus defensores da obra: “MAS ELE É UMA CRIANÇA AGORA. ELE PODE FICAR EXCITADO COM OUTRAS CRIANÇAS.”. Primeiro, ele tem todas as lembranças da vida passada. Ele é um adulto, mentalmente falando. Segundo, se é a estrutura física que permite o personagem a ter algum relacionamento amoroso com uma menor de idade, seguindo essa lógica, um anão ou pessoa com uma baixa estatura pode transar com crianças. Já que vocês estão avaliando moralmente essa questão de acordo com o corpo do criminoso, gera uma brecha para que o crime seja burlado com essa interpretação. Eu quero tentar deixar bem claro que não existe essa parada que o protagonista é criança. O filho da puta é um ADULTO. Não importa se ele tem 10cm ou 2 metros de altura. No momento que ele fica excitado e ainda VERBALIZA esse desejo para o espectador, faz com que isso seja errado, pois alimenta uma mentalidade perturbada, encorajando outras pessoas que tem a mesma cabeça, a pensarem dessa forma. E não me venham falar que anime não influencia, pois somos seres humanos, e todos nós somos influenciados por algo que vemos ou consumimos. Por isso a importância de um senso critico para só absorvermos algo produtivo ou inofensivo para ti e para os demais ao seu redor.

ALÊ: Demos bobeira na primeira temporada, porque não sabíamos o quão ruim estava. No final da Temporada, até demos uma corrida com a review, porque o anime iria voltar em Julho, só que foi adiado – provavelmente por problemas de produção – e só agora retornou. Ou melhor, INFELIZMENTE retornou. E é exatamente como você disse. Apesar de não fazer muuito tempo desde que fizemos a review, eu já tinha esquecido do quão odioso Mushoku Tensei era. Na minha cabeça, eu detestava, era ruim (MUITO RUIM), mas não tinha muito lembrança do sentimento que sentia. Eu fui ter um flash dessa lembrança quando saiu um PV semanas antes da estreia e uma das cenas era uma guria (a loira que chega junto com a Roxy) transando com um cara. Ali eu já tive uma preparação do que estaria por vir, mas puta merda, é MUITO PIOR. O anime já te recepciona com uma cena daquele nível. E não para por aí, porque Mushoku SEMPRE precisa de mais. É um take pior que o outro. Absurdamente nojento. É bom pontuar também que o protagonista, em algum momento da temporada passada, diz que vai querer refazer a vida dele. MAS ele continua fazendo e tendo ações pedófilas e criminosas. Quero dizer, ele escolheu mudar a vida dele, mas continua o mesmo justamente nessa parte. Ele nem tentou melhorar. Evidentemente isso não é um problema para o Rudeos. Fica bem claro em quem eles querem chegar com os produtos. Se no anime o povo ainda tenta defender, no outro lado, os produtos comerciais da série não deixam mentir. É aquilo que sempre batemos na tecla, existem LIMITES dentro da ficção, porque essa própria história passa certas mensagens. E essas mensagens podem ser tanto para o bem, como para o mal. Da mesma forma que, por exemplo, os mangás BLs foram muito importantes para que a comunidade LGBT+ japonesa encontrasse um “abrigo” e foram por causa desses BLs, que passaram a cobrar e pressionar o governo (com um plus de ajudar mulheres a serem independentes). Aqui, Mushoku está muito bem usando esse artifício de que tá tudo bem o protagonista ter desejos sexuais por uma guria de 13 anos, já que ele está no corpo de uma criança. Ou como “Kaifuku” que tenta passar que gay é tudo estuprador. Está tudo ali, bem claro. Não adianta defender um negócio desses, porque é completamente nocivo. O problema não está necessariamente em gostar de algo do anime, como o Rub falou. Tem gente que adora, mas o ponto é que PRECISA ter o discernimento de que tem problemas, entender e criticar eles.

RUB: Foi bom você falar disso Alê sobre o protagonista, porque o próprio personagem, em mais de uma ocasião, fala com todas as letras que ao renascer em um novo mundo, ele buscará mudar seu comportamento para ser um homem melhor. Entretanto, a parte de gostar menor de idade não é um defeito para ele. Até diria que para o Rudeus, ter essas “preferências”, são motivos de orgulho, o que contradiz completamente com o discurso dele de redenção. Aliás, já me passaram o spoiler de que ele não irá mudar. Vai continuar a mesma bosta de personagem até o fim. Terá uns momentos de falso moralismo, para no segundo seguinte o personagem não seguir o que aprendeu anteriormente. Para mim isso é um problema de desenvolvimento de personagem, pois não podemos definir o que ele é, já que a personalidade dele muda conforme o roteiro precisar. Mas até retornando ao episódio, esse lance da Roxy se desencontrar com o protagonista semelhante ao desenho do Scooby-Doo antigo, foi tão tosco. Para um anime que tenta estabelecer verossimilhança com a nossa realidade, algo tão ‘cartoonesco’, deixa muito fora de tom dentro do próprio roteiro. Não que o anime seja REALISTA, visto que nunca foi, porém ele sequer tenta deixar os elementos inseridos na história de forma natural, sem causar estranheza. Igual a parada da viagem marítima ser tão cara, sendo que falaram anteriormente que guerreiros viviam bem. Ou da parada do “Deus” que ajuda o protagonista a troco de nada, semelhante ao que acontece no anime do Fumetsu. Um ser divino, dando SPOILER do que está por vim, a troco de nada. Literalmente um DEUS EX-MACHINA no enredo sem proposito ou necessidade alguma. E nem quero comentar de um DEMONIO MLENAR E PODEROSO, ESTAR ALI DE BOBEIRA, NO MEIO DE UMA VIELA, DANDO UM PODER OVERPOWER PARA O RUDEUS. Tudo cai de bandeja para o protagonista. E POR QUE CARALHOS TEM QUE SER UMA LOLI??? POR QUE NO CORPO DA CRIANÇA??? E POR QUE DIABOS TEMOS UMA PIADA DE PROSTITUIÇÃO NA CENA, COM O PROTAGONISTA SENDO O PEDÓFILO AO MÁXIMO NO CONTEXTO!? Assim, toda essa sequência, além de literalmente cair do colo do protagonista, não casa com nada mostrado antes. Nem para explicarem e darem uma base para as novidades vindo o autor foi capaz de fazer. Ainda tem gente que fala que o anime tem uma PUTA CONSTRUÇÃO DE MUNDO. ESTÃO DE SACANAGEM COMIGO, NÉ? O isekai da guria dos livros dá de 10 a 0 nessa história de Mushoku, fácil.

ALÊ: EXATO! É aquilo que comentei na review. o Rudeos é um personagem minimamente decente quando não está sendo pedófilo ou assediando alguém, mas sobretudo, quando não estão mostrando a voz dele mais velho. O personagem ficaria muito aceitável sem esses momentos, porém vai contra o que o autor quer passar para o público. E sobre o personagem não ser ‘linear’, eu concordo muito. Por exemplo, lá no começo do anime, se tinha episódios em que ele fazia merda (roubar a calcinha da empregada e ficar assediando ela), se arrependia, porém logo depois tinha alguma cena – normalmente tratada como comédia – dele fazendo A MESMA COISA. Acho importante dizer que não é porque você está vendo essa merda que você será um pedófilo ou assediador. O ponto não é esse. A questão e onde mora o perigo é naturalizar essas coisas, tal qual “Ataque dos Titãs” tem uma mensagem extremista (ou nazista) no final. Esse é o perigo desse tipo de material. É dar brechas para que se infiltre na sociedade. Afinal, podem muito bem usar como “é só um quadrinho”. Falando da Roxy, eu concordo contigo. Tipo, nem para tornar as coisas mais “distantes”, precisava MESMO a Roxy/Rudeos estarem a 5 metros um do outro e não se encontrarem mais de uma vez??? É muito estranho e no mínimo, não combina com a obra. Nem lembrava mais desse Deus, mas fizeram questão de reintroduzir para entregar pontos do roteiro que o autor não sabe trabalhar. Um recurso pobre que parece estar ficando mais recorrente. E tinha que ser a PORRA de uma loli. Puta que pariu. Posso ver os otakus vindo falar que aquilo não tem problema, porque é uma deusa com 500 anos (vão se foder). Sério, aquilo foi o ÁPICE do episódio em ser terrível, mil e uma coisas para propor e falam de oferecer o corpo e pior, ela ainda vai baixando a calcinha. Mushoku SEMPRE trata esses momentos como piada, porque faz parecer menos culposo. Que ódio que eu tenho disso. O autor tenta disfarçar a todo custo e levar como piada, brincadeirinha. Sem contar a porra da animação do momento que foi super detalhada e fluida. Tem diversos momentos do episódio com quadros mal polidos, mas a animação da calcinha foi feita minuciosamente, sabe? Essas coisas são muito complicadas. Tipo, sério isso Japão???? E sim, “Bookworm” está há anos-luz dessa bomba em construção de mundo. Eu acho muito vazio o que foi apresentado até aqui em Mushoku.

RUB: Ao que foi mostrado até agora, o enredo só evidencia certos aspectos daquele mundo e outros eles ignoram bonito. Igual a economia ou a magia. Tiveram quase meia dúzia de episódios para fazerem essa exposição e até hoje eu não entendo como o que cada coisa se encaixa naquele contexto. Quanto seria Duas Mil Moedas de Minério Verde? Como eu não sei nem o básico do valor de cada coisa, pois o autor explicou porcamente isso, o Rudeus pode falar qualquer merda que vou ter que aceitar como sendo verdade já que não tenho parâmetro para avaliar se está condizente ou não com o que foi apresentado antes. Literalmente eu tenho que preencher essas lacunas para eu ter percepção do que se passa entre os diálogos dos personagens. Igual o olho que o Rudeus ganha da Demônio lá. É outra parada que não foi introduzida antes, aparece do nada, temos uma exposição confusa do poder daquilo e de suas fraquezas, para aí sim termos o entendimento que aquilo é bizarramente roubado e que será mais uma ferramenta nesse roteiro para salvar o protagonista de algum perigo eminente que pode custar sua vida. Sabe, essas paradas que temos que ser muito abertos para aceitar, já que não explicam direito as coisas, deixando tudo muito aberto para interpretações vagas e que o autor pode assumir o que quiser a partir dali. O autor não estabeleceu nada, então ele pode colocar o que quiser que a galera vai acatar. Ainda tem o fato do autor tentar reforçar o aspecto benevolente do protagonista para tentar gerar alguma empatia com o espectador. O Rudeus falar que está preocupado com os seus amigos e com a Eris, querendo levar a guria de volta para casa, é semelhante ao Bolsonaro dizer que sente muito pelos quase 600 mil mortos da Covid. Não passa credibilidade, porque o Rudeus se mostra como um escroto para nós. Eu não sei se ele está fazendo isso por gostar dela ou por ter esperança de transar com a guria em uma outra oportunidade. Não sei, porque não me convenceram que o personagem realmente se importa com a personagem. Ele fica pensando nas outras duas garotas que ele tem ‘amizade’ com segundas intenções. Por que com a Eris é diferente? Sabe, é muito complicado comprar qualquer drama que tentam estabelecer nessa história.

ALÊ: Exatamente. Até comentamos como a segunda parte da primeira temporada parece outro anime. Ficam TANTO tempo naquela situação, falam, falam e continuamos sem ter noções básicas de como funciona tudo. O Rudeos acha que é um valor muito alto, que nem se eles trabalhassem conseguiriam chegar em tal valor (ok então). A gente só vai aceitando, porque não tem uma base palpável para ao menos dar uma noção daquilo discutido. Isso é uma das coisas que Bookworm faz muito bem e em pouco tempo. A autora vai introduzindo aos poucos certos aspectos quando a protagonista era criança e nós vamos aprendendo junto com ela. É completamente diferente do que Mushoku faz, que tenta explicar, mas não é eficiente. Não quero ficar trazendo Bookworm para a roda sempre, mas tive que puxar ele mais uma vez. É por esse tipo de coisa que acho o mundo muito pobre. Como você disse, eles focam em algumas (e principalmente no começo é bem acertado), enquanto outras é um belo foda-se na sua cara. O poder da guria demônio é jogado lá. Até mesmo a transferência de poder tu precisa só aceitar aquilo. Tipo, ela fura o olho do protagonista, mas aquilo é tratado puramente como comédia, então não sabemos como é transferido mesmo. É umas coisas que olha… Sobre o momento final, eu estava revirando os olhos, porque é justamente como você falou. Não passa credibilidade. Principalmente pela forma que ele age com a Eris. Eu não consigo me importar com isso, porque ele é um completo babaca sempre que tem oportunidade e de que ele SEMPRE tem retrocessos nessas questões. Não dá para se importar com o que está sendo dito por ele. Só queria que a cena acabasse o quanto antes. E no fim, aquilo era a cena final do episódio. Não deve ser a última vez que vão tentar empurrar um drama desse tipo. Simplesmente não funciona, de forma alguma. Não tem como. E por sinal, nunca mais vimos como está “do outro lado”, com os pais da Eris e Rudeos. Mudança completa de foco enquanto esquece os demais. Fica muito estranho.

RUB: Verdade. Eu lembro que o continente em que eles moravam antes, começaria a ter mais ataques de seres sombrios. Depois disso, acabou a exposição com uma carta do pai do Rudeus dizendo: TE VIRA MEU FILHO. Pai do ano. Dando uma resumida dessa estreia, ainda continua a mesma bosta de sempre. Temos uma animação bem linda, com lutas visualmente interessantes, mas que a história, personagens e até a direção (que fazem aqueles closes ridículos nos corpos das crianças) são terríveis. Não tenho muito a mais a acrescentar e agora só esperar semana que vem para sofrer mais um pouco assistindo isso. Se por acaso você é um desavisado, caiu de paraquedas aqui e pensa em assistir o anime, fica aqui a minha recomendação: NÃO ASSISTA ESSA MERDA.

ALÊ: Sim! Em algum momento os outros personagens devem aparecer, quando for conveniente ou algo do tipo. Não estou nem um pouco animado e espero o pior vindo disso daqui, que sempre consegue se superar… Por fim: NÃO ASSISTA!!!! PASSE LONGE! Quanto mais longe melhor!!!

2 comentários em “Mushoku Tensei: Isekai Ittara Honki Dasu 2nd Season #1 – Primeiras Impressões

  1. Oficialmente passando a confiar (mais ainda) na opinião do blog após essas primeiras impressões, falaram muitas coisas que pensei enquanto assistia e não vi mais nenhuma review falando o mesmo, continuo esse anime na base do ódio pq tenho agonia com não terminar as coisas, mas ficou o aprendizado pra saber mais sobre os animes antes de assistir (no caso desse eu só vi a sinopse e falei “opa legal vou ver”, se arrependimento matasse…)

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s