JBC Festa: “A Princesa e o Cavaleiro” será relançado pela JBC

Clássico de Osamu Tezuka ganha nova edição no Brasil.

Nesta noite de segunda-feira, dia 24 de Maio, a editora JBC anunciou em uma live com o Jbox no YouTube, a republicação do mangá “A Princesa e o Cavaleiro”, do renomado Osamu Tezuka. A nova edição do mangá será completa em 2 volumes. Virá no formato 17 x 24 cm, não terá páginas coloridas, com capa cartonada com sobrecapa e miolo em papel Offset 90g. A edição será semelhante a de “The Ghost in the Shell”.

“A Princesa e o Cavaleiro” foi publicado no Brasil pela JBC entre Setembro de 2002 e Abril de 2003, sendo concluída em 8 volumes. A 1ª edição da obra no Brasil dividia os volumes originais, por isso a quantidade maior de encadernados.

Volume #1 da 1ª edição brasileira

“A Princesa e o Cavaleiro” (Ribbon no Kishi), foi escrito e ilustrado por Osamu Tezuka. O mangá foi publicado entre 1953 e 1956 na revista Shoujo Club, da editora Kodansha, sendo concluído em 3 volumes. De lá para cá, a obra foi sendo reeditada e relançada em diferentes anos, em versões de 5, 3 e 2 volumes.

Volume #8 da 1ª edição brasileira.

Sinopse:A obra narra as aventuras da princesa Safiri na Terra de Prata. Por causa de uma rígida lei de seu reino, ela é obrigada a se disfarçar de príncipe para que seu pai não seja destronado. Desconfiado e de olho no trono, o perverso Duque Duralumínio, auxiliado pelo nefasto Senhor Nylon, tenta desmascarar Safiri. O objetivo do duque é empossar seu filho, o Príncipe Plástico. Mas esse não é o único problema da heroína. Safiri também enfrenta o malvadão Satã e sua terrível serva, Madame Inferno. Por sorte, ela conta com o auxílio do anjinho peralta Ching (que fora expulso do céu por causa de suas travessuras) e do príncipe Franz, da Terra do Ouro.

3 comentários em “JBC Festa: “A Princesa e o Cavaleiro” será relançado pela JBC

  1. Aquele anúncio que é legal pela importância da obra e ao mesmo tempo é decepcionante por ser um algo esperado e no final vir só um relançamento (especialmente numa demografia tão desprezada que nem o shojo)

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s