Resumo da live do JBox com a Panini (30/04/2021)

Live transmitida na noite de ontem e que rendeu muitas pérolas 🙂

Na noite de ontem, sexta-feira (30/04), o site especializado JBox transmitiu uma live com Douglas Bettioli, gerente de marketing da editora Panini. Como já de praxe, reunimos as principais informações da live nessa postagem, confira tudo que rolou de mais importante (e de forma sintetizada) abaixo ^^


Principais Informações

  • Douglas diz que nessa ‘nova fase’ da editora, eles estão deixando o jogo mais aberto, mostrando previsões de entrega e as provas da gráfica, mostram quando o volume chega para a editora, estão fazendo lives com mais frequência, falam sobre títulos parados, para deixar o público atualizado e que possam confiar nessas informações;
  • A Panini está com uma equipe melhor para as mídias sociais com um pessoal que interage e que conversa com quem faz pergunta nas postagens ou manda direct por Instagram, por exemplo;
  • Sobre o esgotamento rápido de volumes lançados pela editora, o Douglas diz que há uma série de fatores que influenciam nisso: há casos em que eles são pegos de surpresa, exemplo de “Jujutsu Kaisen“, que a editora já esperava uma procura maior por causa do anime. Fizeram mais que o dobro de uma “tiragem padrão” e mesmo assim, esgotou quase que em tempo recorde (perdeu para “Demon Slayer“);
  • Há os casos de que não é que a tiragem esgotou realmente, mas sim está distribuída em diferentes pontos de venda. Exemplo: uma tiragem de 10 mil cópias é divida para bancas, Loja Panini, Amazon, Comic Shops, lojas especializadas… E no caso das bancas, antes da pandemia, os volumes costumavam ficar de 30 à 45 dias até voltar para a editora. Depois que começou a pandemia, a editora passou a deixar os volumes por cerca de 90 dias como uma forma de tentar ajudar esse ponto de venda a sobreviver. Portanto alguns títulos eles não podem reimprimir antes de ter esse retorno. Eles já sabem que vão precisar reimprimir por alguns indicativos de vendas;
  • Douglas diz que antes da pandemia existiam cerca de 15 mil bancas no país e atualmente esse número caiu para 9 mil, sendo uma redução de 40% mais ou menos;
  • A decisão de reimpressões de títulos mais antigos é algo mais complicado. “Naruto Gold” foi mais fácil nesse aspecto, porque o papel estava atualizado. O Off-set estava disponível no mercado e ao contrário do papel jornal (considerado desatualizado), ele é mais aceito, facilitando na decisão de reimpressão;
  • Ataque dos Titãs” não vai ser reimpresso em outro papel ou em outro formato enquanto o contrato não encerrar, ou seja, fechar a coleção. A editora não pode mudar o papel de uma obra no meio da coleção. É acertado antes. Só quando terminar a obra aqui, aí sim eles podem pensar no que fazer com a obra, se vão reimprimir em outro papel (como foi com “Tokyo Ghoul“), se vão relançar em outro formato, etc.;
  • Isso também vale para “One Piece“. A editora quer esperar o mangá chegar ao fim, ou pelo menos o contrato terminar (isso é o que mais importa) para pensar no que fazer com série, seja relançar em uma edição que compila volumes (2 em 1 ou 3 em 1), ou reimprimir em outro tipo de papel;
  • Bleach” também é outro que entra nessa história. Só que Bleach já encerrou o contrato, então a editora pode pensar no que fazer com a obra. É de DESEJO do Douglas, trazer o mangá de volta e o que ele poderia ter feito para que isso aconteça, ele já fez. Agora é esperar… Reforçando que NÃO TEM NADA confirmado ainda!;
  • O tempo para fechar contrato varia MUITO de mangá para mangá, de editora para editora. Há títulos que a negociação é bem rápida, levando coisa de 1 mês, mas em outros casos, como “Pokémon“, a editora passa mais ou menos 1 ano até fechar o contrato;
  • Pré-venda de títulos de Julho/2021 devem começar em breve na Loja da editora;
  • Ao longo do mês de Maio, teremos muitos cupons na Loja da Panini. Alguns entrarão nesse mês e não devem valer para títulos do checklist de Abril e do mês vigente (Maio);
  • Sobre os supostos cancelamentos de “Wotakoi” e, mais recentemente, “Vampire Knight Memories” (ambos foram erros de comunicação), a Panini disse que o setor que cuida das assinaturas tende a não saber como está o andamento dessas obras no país de origem. A Panini passa a informação de que a assinatura vai, por exemplo, do 1 ao 10 para eles e esse setor não sabe se o título continua, se acabou ali. Por isso que ocasiona essas confusões. A editora está trabalhando para evitar que casos assim voltem a se repetir;
  • Wotakoi” #10 terá capa variante!!! Ambas as edições terão brindes!;
Edição japonesa de “Wotakoi” #10. À direita a edição regular e à esquerda a edição limitada.
  • Vampire Knight Memories” está em fase de renovação de contrato para a editora poder lançar o 6º volume;
  • Assinaturas: a editora comentou que vê diferentes modalidades de entrega para viabilizar o frete grátis. A modalidade que eles conseguiram achar mais barato e que dar o frete grátis, foi uma que não tem código de rastreio;
  • O Douglas ressalta a importância dos Correios, porque há opções de entregaS mais baratas e que chegam em locais que transportadoras não vão. E se vão, ficam muito mais caros, o que impossibilita algumas entregas;
  • A editora disse que há diferentes tipos de reclamação à respeito das assinaturas, uma delas o atraso. Mas há casos que não é o serviço de assinatura em si. Exemplo foi de “Kaguya-sama” que o volume atrasou na gráfica, resultando em envios tardios;
  • Outros casos podem ser os atrasos dos Correios. Ele diz que a prioridade de quando a editora recebe a tiragem do volume é a assinatura. Eles são o primeiro setor a receber os volumes, então pode acontecer de que o atraso seja nos Correios;
  • A Panini comenta que por estarem rodando muitas reimpressões, eles saíram de uma produção de 40 títulos por mês, para uma de 90 títulos mensais. Isso resulta em atrasos aqui e ali, e estão trabalhando para ajustar tudo o quanto antes;
  • Pode acontecer de ter gente reclamando de não ter recebido volumes iniciais, mas a própria pessoa não reparou/leu que a modalidade de assinatura feita que é a partir da edição vigente. Se a pessoa assinou quando o mangá estava no volume 5, ela vai receber a partir do 5º volume;
  • Sobre algumas assinaturas terem desconto e outras não, varia muito de mangá para mangá. Alguns tírulos a editora espera um retorno maior e outros não. Então esses que a editora espera mais de vendas, ela pode dar desconto;
  • Geladeira:Triage X” e “Toriko” não tem novidades de contrato. Ele explica que nem todos os contratos são feitos com todos os volumes, principalmente com séries em andamento. Ele disse que se o título cai de vendas e está acertado no contrato que precisam repassar lucro de 3 mil de cópias, mas ele só vende 2 mil e assim algum dos lados (Panini ou editora Japonesa) precisa ceder. Aí entra a negociação. Nos dois casos, até hoje não saíram disso.
  • A editora diz que evita AO MÁXIMO cancelar um mangá. Até porque isso acaba com a imagem da Panini para as editoras japonesas, o que as desencoraja a querer licenciar com a editora de novo;
  • A editora disse que “Kingdom Hearts” ficou abaixo do esperado. A editora está dando um tempo, vendo como o título reage com os kits e vendas online, antes de continuar lançando. O título e outros da Disney, foram afetados pela pandemia, porque o público alvo (crianças) não estão tendo contato visual e pedindo para os pais comprar, visto que ela não tem autonomia (e dinheiro) para comprar pela internet;
  • Douglas disse que quer muito que a editora traga as “novels perdidas” de séries que eles já publicam, tais como de “Ataque dos Titãs“, “Kaguya-sama” [Moriarty 👀], mas que no momento ainda não há planos para trazer elas;
  • A Panini disse que “Act-Age” (antes de ser cancelado no Japão) pode até ter entrado no radar de quem cuida dos contratos da editora, mas que essa informação não chegou até ele;
  • Sobre trazer obras derivadas de “One Piece“, a editora disse que precisa achar uma forma de trazer o mangá de volta ao país, reconstruir o hype em cima dele, para só depois pensar em spin-offs e coisas do tipo para a série;
  • Twitter: nessa reformulação da editora, a equipe ficou muito enxuta. Então para lidar com o Twitter, eles precisariam de uma equipe maior, devido ao quanto de engajamento que a rede social traz. Por isso, no momento, é uma escolha da editora em não usar essa rede social;
  • A editora disse que a parceria da Panini com a Shueisha no MangaPlus foi feita muito naturalmente. A Shueisha ofereceu a oportunidade de colocar anúncios da edição nacional nos capítulos. A Panini só precisou atender alguns requisitos e fazer o banner das propagandas;
  • As pré-vendas na loja da Panini não tem como unificar pagamento por cartão de crédito, porque os lançamentos não ocorrem no mesmo dia. Aquele pedido da pessoa teria que ficar segurado até o momento do lançamento da outra obra, para só então enviar [acho que ele confundiu a questão de PAGAR junto, com ENVIAR tudo junto, rs];
  • Sobre só cobrar um produto comprado em pré-venda na loja da Panini depois que ele é enviado, a Panini diz que isso só é viável para quem é lojista, como a Amazon. Como é a Panini quem está produzindo os volumes, eles te garantem que você vai receber o volume, então eles cobram o pagamento no ato da reserva; EDIT DO REVISOR: não faz sentido o que o Douglas disse como justificativa Se perdeu bonito aqui.
  • Douglas comenta que a Panini chegou em 2021 com a mentalidade de estar voltada para reimpressões. Ele diz que estão mantendo os >>> normais <<< 40 títulos em lançamento e agora com mais 40 volumes de reimpressão;
  • A produção de e-books está pausada. No momento, não haverá a adição de novos nas lojas;
  • Os três últimos volumes de “Nisekoi” em e-book não tem previsão;
  • O volume #16 de “Bungo Stray Dogs” virá com uma cartela de adesivos exclusiva para assinantes;
  • Não há previsão para trazer novels e spin-offs de “Bungo Stray Dogs”;
  • A editora está preparando brindes para “Bungo Stray Dogs” e o mangá de “Re:Zero” que serão exclusivos para assinantes;
  • A Panini disse que se algum dia trouxer “Dragon Quest“, eles farão uma live com o JBox para licenciar o título;
  • A Panini diz que não compensa trazer mais nenhum título em papel jornal. É um papel já desatualizado no mercado e que está ficando até ‘mal visto’ com as licenciantes japonesas;

Reimpressões

O Douglas disse que saiu de férias em Abril e por isso, a tão prometida pesquisa de reimpressões ficou pausada. A editora segue na busca de uma plataforma que comporte o volume de respostas que eles tiveram. Na primeira pesquisa, foram mais de 50 mil respostas. Há uma dificuldade em achar uma plataforma que comporte esse volume grande de votos. Porém foi dito que a pesquisa sai ainda nesse semestre (até Junho/2021).

A Panini disse que durante muito tempo, eles só usavam os pedidos feitos na Loja da editora para saber o que eles podiam reimprimir. Entretanto eles perceberam que haviam muitos pedidos sendo feitos para jornaleiros, lojistas, gente que trabalha em loja especializada e que ali estava uma boa oportunidade para saber o que está tendo demanda. Então a editora passou uma lista daquilo que eles podiam reimprimir para esses lojistas indicarem o que tinham demanda. Foram filtrando os resultados e chegaram na lista oficial que vocês conferem abaixo:

Reimpressões de Abril (estão chegando por agora):

  • Naruto Gold #6 ao #11;
  • Demon Slayer #6 ao #12;
  • Jujutsu Kaisen #1 ao #4;

Reimpressões da 1ª quinzena de Maio:

  • The Promissed Neverland #6 ao #10;
  • BEASTARS #1 ao #5;
  • Wotakoi #1 ao #5;

Reimpressões que chegam entre o fim de Maio e o começo de Junho:

  • Banana Fish #1 ao #5 (preço de R$ 49,90);
  • Berserk #1 ao #5 (R$ 24,90);
  • Black Clover #1 ao #5 (R$ 24,90);
  • Boruto #1 ao #6 (R$ 29,90);
  • Demon Slayer #13 (R$ 29,90);
  • Fire Force #1 ao #5 (29,90);
  • Monster – Kanzenban #1 ao #3 (R$ 79,90);
  • Naruto Gold #12 ao #15 (24,90);
  • Origin #1 ao #4 (R$ 24,90);
  • SPY x FAMILY #1 e #2 (R$ 29,90);
  • The Promissed no Neverland #11 (R$ 29,90);
  • Vagabond #1 ao #5 (R$ 24,90);
  • Foi comentado que quando a editora começa uma reimpressão desde o início. A tendência é que reimprimam toda a coleção. Não mencionaram/confirmaram títulos dessa lista, mas fiquem cientes que podem fazer a reimpressão dos demais volumes dessas coleções;
  • A ideia do Douglas é fazer BOX com os títulos mais antigos e que estão sendo reimpressos. Pode acontecer de por exemplo, eles fazerem reimpressão de uma obra X de 5 em 5 volumes e quando chegar no 20, ter algum volume inicial faltando, impossibilitando a criação da BOX naquele momento. Não tem nada confirmado no momento, então não tomem como uma verdade absoluta. Porém saibam é o plano da editora;
  • Reimpressões das light novels de “Sword Art Online” e “Dr. Stone” estão no radar, mas sem previsão. A editora tem a ideia de fazer uma BOX para as novels de “SAO”;
  • “Noragami” está no radar de reimpressão, porém ainda não entrou no cronograma da editora;

Anúncios

Durante a live, a Panini anunciou dois novos títulos: “Burn the Witch” e “Pokémon Emerald”

Burn the Witch: Ele chega em Julho/2021, papel Offset 90g, com 4 páginas coloridas em Couché e pelo preço de R$ 34,90. O volume possui mais páginas que um volume normal, tendo cerca de 250 páginas, por isso o preço mais elevado. A pré-venda na loja da editora deveria ter começado por volta das 20hs de ontem, mas até o momento não apareceu ainda. Informações adicionais como sinopse da obra nessa postagem.

Pokémon Emerald: A obra está prevista para Janeiro/2022. A edição nacional será completa em 3 volumes. O primeiro volume, por ter mais páginas, custará R$ 34,90. Os demais sairão com o preço de R$ 29,90. Será no formato 13,7 x 20 cm e com miolo em papel Offwhite 66g. Vocês podem ver a sinopse nessa postagem ^^


Opinião

A essa altura, o Rub já deve ter lançado uma postagem satirizando tudo o que rolou nessa live (link aqui). Então eu gostaria de comentar sobre um assunto específico: depois da live e do vuco-vuco que ela gerou, o Douglas comentou em seu Twitter que alguém havia mandado mensagem para ele por DM falando que ele deveria deixar o cargoe colocarem alguém mais capacitado. Críticas devem sim ser feitas, mas para a PANINI, para a EMPRESA, não direcionado as pessoas que só seguem o fluxo deles. Aquilo que ele estava dizendo na live, é o SÓ o trabalho dele. Não é como se ele fosse o encarregado de absolutamente tudo na Panini. Não é assim. O que ele estava dizendo ali, são ideologias da PANINI. Entendem? O que estava sendo passado é o que Panini passou para ele. O que ele vê na empresa com as condições que trabalha, o que sabe e como funciona dentro dela. O Douglas estava sendo apenas como um interlocutor da empresa que trabalha. Ele teve sim suas falas equivocadas (exemplo: “Vampire Knight Memories” ser shounen, quando na verdade é shoujo), mas ninguém aqui vê o trabalho dele para poder julgar ou apontar o dedo e dizer que ele é incompetente. Como o mesmo disse, ele trabalha 12 horas e é encarregado de 2 setores dentro da Panini (Mangás e Marvel). Imaginem o inferno que deve ser trabalhar cuidando desse volume imenso de títulos por mês. É uma carga de trabalho gigantesca.

Enfim, isso provavelmente não vai chegar em quem deveria, mas gostaria de deixar isso registrado. Critiquem a empresa!!!


Segue a thread cobrindo a live no Twitter. Aviso que a editora disse MUITAS pérolas que não foram mencionadas na postagem, então vale a pena conferir (ou não, rs) 😉

4 comentários em “Resumo da live do JBox com a Panini (30/04/2021)

  1. Francamente, acho que esse preço de Burn The Witch não se justifica não.

    JoJo tem muito mais páginas pelo mesmo preço. E o fato de BtW ser “volume único” deveria fazer eles diminuírem o preço unitário, já que não haverá queda na curva de vendas.

    Mas enfim, posso estar falando besteira.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s