Tokyo Revengers #3 – Impressões Semanais

Sano e Ken apareceram e Takemichi segue fazendo mudanças no passado loucamente…

Seguimos com nossos comentários semanais de “Tokyo Revengers”! No episódio tivemos a introdução do Sano (belíssimo) e do Ken (outro moço lindo), além do roteiro começar a trabalhar a ideia de que as ações do protagonista no passado, podem gerar consequências ruins no futuro. Ah, vamos tentar manter as postagens sobre os episódios do anime saindo domingo ou segunda-feira, até para manter uma boa periodicidade e não deixem de comentar na postagem, porque isso ajuda muito a enriquecer a discussão sobre o episódio! Bora para o post! ^^


RUB: Alê, voltamos para comentarmos o episódio 3 de Tokyo Revengers. E como previsto no post passado, aconteceu muitas coisas que projetamos no capítulo dessa semana. Era óbvio que o Takemichi iria resistira as pancadas do terceiranista de sua escola e que chamaria a atenção do Sano. O que eu não esperava era o Atsushi puxar o canivete no meio do “clube da luta” e cogitar esfaquear o maluco para proteger o protagonista. Com certeza iria dar muita merda se isso acontecesse e teriam pessoas morrendo no local. Se pararmos para pensar, o Atsushi só pensa nessa alternativa depois que o Takemichi muda totalmente o rumo da luta desse dia se colocando no lugar. Antes, na linha do tempo anterior, não tínhamos nada do tipo e o bonitinho do grupo deles seria espancando. O roteiro mostra que certas ações já estão mudando decisões de outros personagens no momento. Nem precisamos esperar os 12 anos para vermos os reflexos das ações meio inconsequentes do protagonista. Ainda vai dar muita merda. Até mesmo chamar a atenção do Sano foi fruto das mudanças dessa linha do tempo. O líder da gangue agora sabe que o protagonista existe. Antes eles nem se conheciam. Só isso deve ter mudado tudo no futuro. A próxima vez que ele voltar para o presente, vai ser irreconhecível a realidade para o personagem. Aliás, o Sano é muito baixinho. O Ken que é um poste e segurança para o cara. E como eu disse em uma das possibilidades, o Sano já é MUITO RESPEITADO. Ele apareceu e nego já estava se cagando todo só com a presença dele. Até o maluco do terceiro ano tem medo do cara. Não sei se será abordado mais para frente, mas certamente eles devem mostrar um pouco do passado desse personagem e explicar os motivos de tamanha fama que ele tem nas ruas. E são apenas os dois nessa gangue por enquanto. Como eles dominaram a região que fica minha dúvida. Aí o Sano e o Ken dispersam geral e acabaram com a “rinha de humanos” ali. Todo mundo só vazou.

ALÊ: Sim, estou gostando bastante desses aspectos, principalmente pelas enormes possibilidades que essas alterações impensadas do Takemichi podem causar no futuro. Naquela situação e durante toda essa volta do personagem ao passado, o Takemichi só está pensando no AGORA. Basicamente ele está pensando em formas de ajudar seus amigos (como foi agora) e em como fazer para se encontrar com o Sano e tentar mudar o futuro. Só que aparentemente, ele se esquece dos impactos que suas as ações têm e que podem ter para a vida futura. Como você disse, na linha original, o garoto gatinho que iria tomar uma surra e o Atsushi não cogitaria esfaquear o Kiyomasa. Agora imagine se o Sano não tivesse aparecido ali e a luta continuasse. Se por ventura acontecesse a tentativa, ou até o assassinato do cara, a merda que isso ia dar ou o quanto isso não teria mudado no futuro? Qual o destino dos personagens? O que aconteceria com o grupo após aquilo? São vertentes bem intrigantes e que vão me deixando curioso no quanto o futuro vai mudar. Eu acho interessante que durante a luta, a ‘plateia’ está lá incentivando e até chegam a repetir “Executa ele!” várias vezes, mas conforme vai avançando, o pessoal vai vendo que o Takemichi não desiste e vai perdendo a graça, ao ponto de ficarem receosos sobre o Kiyomasa matar o guri mesmo. Fico um pouquinho abismado (e até agoniado) em como o Takemichi consegue ficar de pé mesmo de tanta surra (se eu levo um soco daqueles, eu com certeza não levanto por uma semana hahaha). Também fico surpreso com quão violentas essas gangues conseguem ser. Tipo, até então eu via mais animes tratando isso como uma parte mais cômica. Em animes de comédia romântica você tinha esse lado mais como uma possibilidade de botar medo no protagonista, mas sempre como um lado mais leve da coisa toda. E como estamos fora do Japão, nunca cheguei a pensar no lado real da coisa toda e como poderia ser. Não sei até que nível Tokyo Revengers está remetendo a realidade, porém fiquei um pouco curioso com os delinquentes japoneses. Gostei de ver a relação de respeito (ou seria melhor dizer medo?) que os outros sentem diante do Ken e do Sano. Na hora que os dois chegam o resto fica com o cu na mão. Param na hora e até se curvam diante dos dois. Eu gosto que o Sano tem um rostinho muito bonitinho/fofinho e até um jeito um pouco infantil na sua fala (dizer “migo” ou colocar “y” no final dos nomes das pessoas e até chamar o vice-líder como “Kenzinho”) e ele é logo o líder da porra toda. Não é atoa que o Sano e o Ken estão no comando. Só na cena inicial dos dois dá para ver que não são fracos. Gostaria de ver como foi essa “ascensão ao poder”. Seria um aspecto interessante a ser trabalhado, até para dar profundidade aos personagens.

RUB: No meu caso, vi muitos filmes, animes e li mangás com essa temática de gangues japonesas das décadas 70, 80 e 90. Tudo é muito familiar para mim. Por isso que consegui acertar na previsão do que iria acontecer. Agora com relação a veracidade, sei que determinadas partes são fatos e outras paradas são bem fantasiosas. Esse período era bem conturbado no Japão após terem perdido a 2ª guerra. As consequências nos sucessores do Imperialismo foi muito pesado. Tanto que existia um movimento contrário ao que era proposto na época em relação a inserção da cultura americana no país. Como resultado, e que reflete até hoje, é um protecionismo comercial e cultural no Japão. Muitas paradas que fazem sucesso no Ocidente, passam despercebidos por lá. Como existe uma legislação muito pesada com produtos importados, os japoneses consomem mais produtos locais do que vindo do estrangeiro. A mesma coisa as gangues. Diferente do imperialismo que é algo que os japoneses jogam para debaixo do tapete, figuras de pessoas ou símbolos que significam poder ou medo, eram usados diretos por esse pessoal que vandalizava. A manji (ou imagens que são parecidas com a suástica) era uma tatuagem recorrente para os participantes, porque para os japoneses não remetem as atrocidades praticadas na segunda guerra pelo Nazismo. É algo que simboliza força e poder, paradas muito cobiçadas naquele tempo, coisa que ficou associada a Segunda Guerra como algo negativo. Então ainda teremos muitas referencias a imagens que nos causam desconforto só de olhar, mas para eles tem todo um outro significado. E como é mostrado no episódio, o Sano ainda está montando a sua gangue de fato. E parabéns para ele, porque o maluco invade uma escola sem grandes dificuldades e espanca todo mundo só para convidar o protagonista para matar aula. Se ele não é tão do mal assim, ao menos ele louco o suficiente para subjugar uma galera sem qualquer remorso ou pena. O Sano tem cara de invadir uma delegacia só para resgatar alguém e ainda sair de boas.

ALÊ: Olha só que interessante. Em partes eu não sabia disso. Possuía certa noção deles quererem jogar coisas pesadas que o Japão fez em anos passados para debaixo do tapete, até por isso alguns autores pregam certos discursos de revisionismo histórico em suas obras (post de um blog parceiro para entender melhor). A questão da suástica (ou manji nesse caso) é bem interessante. Tanto que na França (não lembro dos outros países de cabeça), a Glénat removeu ela das capas do mangá por remeter ao Nazismo aqui no Ocidente. LD também também é história e cultura XD. Voltando ao episódio, eu achei legal que o Sano e o Ken não são “apenas” delinquentes. Eles possuem certas questões morais. Tipo, o Sano acha que os delinquentes mais novos são uns merdas. A própria questão de apostar em lutas ele acha algo ruim e por isso ele quer criar uma nova era de delinquentes (que meta hein…). O Ken também achando muito respeitoso o Takemichi intervir pelos seus amigos e pela namorada e são aspectos bem interessantes nos personagens. Eu diria que o Sano é bem imprudente, ou que ele não tem muita noção de medir limites. Ele acha que qualquer canto ele pode entrar e “pegar o que precisa”. Veria ele entrando em uma delegacia e saindo de boas perfeitamente haha. É a cara do personagem fazer algo do gênero. Gostei da cena do Takemichi com seus amigos, porque é uma relação muito gostosa dele com seus amigos. Dois brincando com ele ter virado amigo do Sano, Ele também pensando que está fodido achando que o Sano e o Ken vai querer bater nele, ou fazer ele de escravo. Enquanto o Atsushi conversa com Takemichi sobre a questão dele quase ter partido para matar o Kiyomasa e mesmo sendo uma situação extrema, ele estava pensando exclusivamente em uma forma de ajudar o amigo, tamanho o laço de amizade que eles têm entre si. E fico pensando aqui, o protagonista está soltando frases soltas que soam confusas para alguns personagens como ele dizer “12 anos” e “Não vou deixar que aconteça uma segunda vez”. Então me pergunto se vai chegar o momento que alguém vai chegar e questionar o Takemichi sobre o que ele quis dizer com aquilo e se ele está escondendo algo…

RUB: Eu acho que ele vai revelar para mais pessoas sobre esse poder da viagem no tempo. Certeza que ele vai abrir o bico e pedir ajuda em algum momento de perigo. Quanto essa questão de lealdade entre o grupo da gangue é algo cultural. Aí eu não saberia dizer com exatidão onde surgiu, entretanto vem de organizações criminosas antigas. Os próprios Yakuzas respeitam muito essa mentalidade de se sacrificar por algum chefe ou amigo. Também tem o lance da honra que vem dos samurais e que se você faz parte de uma família, você irá ser totalmente dedicado a protegê-los, não importa como. Tem uma curiosidade que aprendi em um vídeo no Youtube de que mora no Japão, que a pessoa mais importante do ambiente ou da sala irá sentar o mais distante da porta, com as costas voltadas paras as paredes. Em épocas de guerras, os grandes líderes para não serem assassinados de surpresa por um ataque quando o invasor entrar, ele ficaria o mais longe da porta para que todas as demais pessoas que estão com ele sejam atingidas ou o protejam da ofensiva do inimigo. E isso é feito hoje em dia lá ainda. Não tem o mesmo objetivo, porém se a pessoa é um professor, politico, autor, advogado… eles terão preferência para sentar no canto da sala, enquanto que pessoas consideradas mais baixas socialmente sentam mais próxima da porta. Então o Sano procurar pessoas em que possa confiar faz muito sentido dado o contexto deles em valorizarem uma hierarquia de poder entre as pessoas. Basicamente ele está montando um exército e que os soldados de mais alta patente vão ser os mais próximos do líder. E como o protagonista notou, não tem como o Sano ter virado um assassino de uma hora para outra dado toda essa ideologia que o personagem tem sobre o que é ser uma gangue e o real significado disso para ele. Como o Sano viveu toda a infância com o irmão andando por aí nas gangues de moto, para ele aquele é cenário tão sonhado em ter respeito, poder e amigos para compartilhar seus feitos. Então vou puxar outra teoria aqui, só para não perder o embalo. O autor colocou esse comentário do Sano para reforçar um ponto: A PERDA. Suspeito, já que temos um personagem que não é citado no futuro, que o Ken vai morrer em algum momento e o Kisaki, aproveitando a fúria do Sano em ter perdido o braço direito, o convence a montar uma organização criminosa, resultando no grupo que matou a Hinata no futuro. Talvez tenha até sido o Kisaki o assassino para ativar o modo RAGE do Sano para virar um grande criminoso. O Kisaki aparecer no final com aquela cara de vilão, aumentou as minhas suspeitas de que foi ele que convenceu o Sano a cometer crimes mais graves. E falando da Hinata, a guria realmente é foda, porque ela sabe em quem deu um tapa, porém não mediu esforços para salvar o protagonista. A garota tem muita presença.

ALÊ: Inclusive acho que quando ele revelar para mais pessoas sobre a viagem no tempo, essas mesmas vão meio que se tornar “save points” para ele voltar ao futuro/passado. Com o Naoto foi só ele contar para o guri sobre a situação e dar o aperto de mãos que ele foi para o presente, portanto acho capaz disso acontecer com outras pessoas. O Sano ter uma mudança um tanto brusca nesse período de tempo não foi repentina e como o Tekemichi percebe, quem deve ter sido o grande vetor para que isso acontecesse foi o Kisaki. Agora resta saber como o Sano entrou nessa onda do Kisaki, porque da forma que o personagem está naquele momento, o que ele faz no futuro vai contra o que ele defende. É quase certo que o autor não jogou aquela informação da perda do Sano sem algum motivo. É algo bem específico e como você bem apontou, pode ser um gatilho para uma reviravolta na trama. O que seria bem interessante, porque aí teríamos uma proporção que irá desencadear uma série de eventos não previstos no futuro. Supondo que o Ken morre originalmente, o Naoto não teria como saber exatamente, porque nunca teve contato com o Ken. Com o Takemichi envolvido com os dois agora, ele pode acabar evitando essa morte do personagem ou fazendo algo pior acontecer, porque só impedir me parece algo muito “simples” para mudar toda a trajetória dos eventos. Pode ser que o Ken não morra, mas outra pessoa acabe morrendo no lugar dele. No momento é apenas teorias, porém estou bem empolgado com isso! Eu achei uma boa sacada o Takemichi não perceber que era o Kisaki passando, tendo só a impressão de ter visto o cara em algum canto. Ainda tem a questão do Takemichi ter tido uma “overdose” de informações antes de voltar no tempo, ficando dias sem dormir, então algumas coisas ele pode não associar. O Takemichi não reconheceu o cara, mas quando é que ele vai perceber? Eu sei do personagem não lembrar de alguns eventos e só processar eles na hora que estão acontecendo ou quando já é tarde demais para impedir. Também pode ser que ele estar com os dois naquela hora, pode ter evitado um primeiro encontro dos personagens. Não sabemos exatamente quando esse encontro ocorre, mas como o Take dá de cara com o Kisaki, pode ser que originalmente o encontro dos três fosse ali. E cara, a Hinata é maravilhosa!! A cada episódio estou gostando mais da personagem. Maluco, a guria desceu um tapão na cara do Sano e mesmo com medo, ainda encarou os dois para proteger seu namorado. Ela é foda demais! E também foi bom ver a retribuição do protagonista, porque ele viu que ela estava com medo (compreensível) e tentou ajudar a namorada. Adoro essa dinâmica dos dois.

RUB: Finalizando os meus comentários Alê, tenho que citar a animação, principalmente a luta inicial do episódio, está excelente. Parece que a produção realmente está focada em entregar algo decente na parte técnica. Ao que parece, teremos mais alguns sakugas pela frente. Está indo promissor e o estúdio ainda não deixou a peteca cair. O anime Tokyo Revengers continua muito bem e vamos ver se as nossas suspeitas/suposições se confirmam nas próximas semanas. XD

ALÊ: No fim, a parte da animação foi bem como eu comentei semana passada. Ao que parece, a LIDEN está focando bastante nas cenas que exigem mais deles. Acena de luta inicial estava muito boa. O Takemichi segurando no Kiyomasa ficou super bem feito. As pessoas ao redor, torcendo e gesticulando, todas em 2D. A maioria delas até se movendo e nada travado. Estou um tanto impressionado com isso. Com esse episódio, ficou bem claro que tiraram toda a verba de “Sayonara Watashi no Cramer” e injetaram aqui XD. Eu só espero que o cronograma esteja alinhado para eles darem conta do recado nos outros 21 episódios do anime. Ainda mais que um amigo me contou que teremos mais cenas de luta no anime e que vão exigir bastante da produção.

Cenário lindíssimo!

Alexsander não disse, mas ele se encontra apaixonado no Sano e no Ken. Só isso mesmo, até semana que vem ^^

Um comentário em “Tokyo Revengers #3 – Impressões Semanais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s