Godzilla Singular Point (Godzilla S.P.) #1 – Primeiras impressões

Bom, esse é o primeiro anime de temporada do icônico monstro gigante. Ele já teve produções animadas antes, mas nenhum como este anime aqui e essa é a coisa que me chama mais atenção nessa produção. Como vão adaptar a estrutura dos filmes do Godzilla para uma serie televisa de 13 episódios?

Sinopse: “Esta série apresenta uma história original, que retrata os jovens gênios Mei Kamino, uma pesquisadora, e Yun Arikawa, um engenheiro, enquanto eles assumem uma ameaça sem precedentes com seus companheiros. Quando o perigo vem das profundezas, apenas os jovens gênios Mei, Yun e sua equipe podem enfrentar a ameaça em Godzilla Singular Point!”

Como esse anime tem que contar uma história de kaijus que é perfeita para o formato de filme, em 13 episódios, naturalmente teria que ter um ritmo mais devagar e com maior foco no núcleo humano do que o habitual(afinal, não dá para ficar em briga de monstro gigante por tanto tempo). Porém não foi exatamente isso que tivemos e sim apresentação de somente os personagens humanos nessa estreia. Praticamente 100% do episódio foi dedicado a eles(tanto que nem pareceu que é um anime sobre kaijus), entretanto teve um ritmo até que bem acelerado, com quase nenhuma enrolação ou pausa.

Como é um episódio introdutório, o conflito da trama ainda não foi completamente estabelecido. Então tem todo um clima, de certa forma, tranquilo (tanto que quase nem teve trilha sonora, que provavelmente só vão ser frequentes nas cenas com kaijus). Como o final indica com a aparição do primeiro monstro gigante, não deve se manter nesse ritmo. Esse clima calmo mais o ritmo narrativo rápido dão uma combinação estranha, mas bem funcional.

Agora para mim o que mais se destacou foram os personagens, em especial a Mei. Desde o character design cheio de personalidade, até as suas expressões simples, mas marcantes, com seus trejeitos, tudo consegue passar muito bem como ela é. Por exemplo a Mei, ela gosta de kaijus. Em nem um momento é falado isso, mas dá para perceber, pois ela sempre está rodeada por coisa do tipo. Também dá para notar que ela sempre está perdida em pensamentos e não tem tempo (ou cuidado) para arrumar o cabelo. Já o Gin-, quer dizer Yun, é bem introspectivo e não sabe lidar bem com pessoas, porém gosta muito de doces.

E a história? Bom, ela passou um tom meio de teoria da conspiração. Não necessariamente quer dizer que aconteceu muita coisa, então não deu para ver direito como ela vai ser desenvolvida.

A produção do anime ficou a cargo da “Bones” e Orange”, que são dois excelentes estúdios que ficaram respectivamente a cargo da animação 2D e 3D. No geral o 2D está bem feito. Não foi um episodio que, por ser bem parado, exigiu muita qualidade. O 3D usa um estilo cel shading, que nos poucos momentos que teve, conseguiu se misturar bem com os cenários. Já o pterodátilo que aparece no final… ele não chega a ser feio, só não combina muito com resto, mas pode ser que seja proposital, tipo uma indicação estética que ele é algo que não é ou não devia estar ali… ou é só mal pensado mesmo(tomara que seja a primeira opção).

Foi uma estreia complicada, pois não esperava algo tão parado. Por causa disso não deu para ter uma visão tão ampla do todo, mas como eu sei por causa dos trailers, o que eu quero que seria uma rinha de monstro gigante e teorias malucas da conspiração, isso vão ter. Então acho que é bem seguro dizer para continuar vendo para quem curte o gênero.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s