Ore Dake Haireru Kakushi Dungeon (The Hidden Dungeon Only I Can Enter) #1 – Primeiras impressões

Toda temporada tem aquele anime bancado pela Crunchyroll que é uma porcaria… E aqui temos o anime que se enquadra nessa ‘categoria’ 🙂

Estou chegando na reta final das minhas postagens de primeiras impressões dessa temporada e sinto que, pelo menos dessa vez, eu não serei o último a ficar fazendo postagens hahaha. Enfim, como vocês já devem ter lido meu pequeno comentário ali em cima, toda temporada a Crunchyroll (CR) resolve bancar/licenciar aquele anime que ninguém se importa, que tem uma produção qualquer coisa, aquele anime que é passável, mas que não pode deixar de ser ofensivo… E a pérola da vez é “Ore dake Haireru Kakushi Dungeon”.

Sinopse: “O terceiro filho de um “nobre mendigo” Nore perdeu o emprego e estava perdido. Mas enquanto ele pensava em se tornar um aventureiro, a fortuna o atingiu. Uma masmorra escondida que ninguém sabe como entrar. Um lugar lendário cheio de coisas ocultas, como bestas mágicas extremamente raras, ferramentas mágicas para ganhar poder e itens que estariam em falta em todo o mundo. Esse é o tipo de entrada que foi aberta. Sem contar a ninguém sobre este lugar, secretamente me tornarei o mais forte. Este mundo é cruel para os nobres da pobreza. Nenhuma autoridade de honra, se apenas ele pudesse adquirir poder.”


Eu não vou ficar me estendendo aqui, porque quero comentar de animes muito mais interessantes, ou que pelo menos rendam mais assunto para falar. A minha grande e maior dica que posso dar de antemão é: pulem fora desse barco (se é que tem alguém que chegou a entrar nele haha). Não assistam essa merda e vão ver outras coisas mais interessantes, ou menos piores do que isso. Obrigado e de nada ^^

Assim, a história de “Ore Dake Haireru” parece ser o mais básico do básico e ainda fazendo de forma mal feita. Inclusive, a estrutura inicial da história me lembrou um pouco um outro anime bomba da CR do ano passado, “Hachi-nan tte Sore wa nai Deshou?!”, em que você tinha uma família de nobres falidos e o filho mais novo era o protagonista que conseguiu descobrir uma coisa lá e assim, ele conseguiria ajudar a si e a sua família. Estruturalmente não tem muita coisa semelhante entre essas duas obras. Quase nada na verdade, mas eu olhei para Ore Dake e na hora me veio Hachi-nan na mente. Foi algo instantâneo.

Enfim, como comentei, a história até é bem básica. Uma estrutura bem pobre e precária, porém eu ainda veria o anime de forma mais positiva se o mesmo abraçasse de vez o potencial cômico ótimo que ele possui. A comédia, sobretudo com a guria de cabelo azul foi ótima! Para a minha surpresa, a personagem teve bons momentos de humor, com ótimas sacadas e muito assertivas. O timing cômico do diretor nessas cenas foi preciso! Todas as cenas que essa guria teve a oportunidade de aparecer para soltar uma piada foram muito bem aproveitadas. Essas cenas são essencialmente no miolo do episódio, que é mais ou menos quando o protagonista encontra ela. É uma pena que o anime não irá focar tanto nisso aparentemente e ir atrás daquilo que ele não consegue ser: uma narrativa que se leva sério.

É evidente que o autor quer tentar fazer algo mais denso na narrativa e é muito triste, porque nesse meio, além de não ter uma boa base para fazer isso, ele ainda enfia seus fetiches para tentar fisgar o público masculino com piadas de peitos. Contudo, confesso ter rido bastante da magia do protagonista fazendo os peitos da sua amiga irem diminuindo. A representação visual da cena foi muito boa! Leia-se que, a piada de forma isolada funcionou bem para mim, mas o contexto por trás dela e o segmento logo após o auge da cena é bem ruim. E o pior de tudo o autor insinua um incesto ali com a irmã do protagonista que é deveras incômodo. Toda aquela situação de “Onii-chan” para cá, “onii-chan” para lá, enquanto a garota se agarra no garoto, com aquele voz forçada (propositalmente) é muito desnecessária.

Eu fico muito puto que os autores desperdicem tantas propostas com aberturas excelentes para ser uma galhofa das boas, para tentar ser um drama, uma aventura, uma narrativa mais “séria”, que eles claramente não tem mão para fazer. No fim, o resultado não é bom e normalmente, as únicas cenas que se salvam são justamente os resquícios de comédia que, pelo menos, me ajudaram a entreter e a me segurar na animação até o final. Aquela ideia de repor LP atendendo desejos pessoais e amenizar dor de cabeça com beijos foi de foder, sinceramente.

No demais, a direção é boa nos momentos cômicos e o resto é… Aquilo. Não me importo com personagens. Eles são um grande nada e nem é culpa da direção que eles são ruins mesmo. A melhorzinha é a maga de cabelo azul. A produção não chega a ser um desastre (pelo menos não ainda). Não é mega consistente, mas faz o mínimo de forma geral. A cena de luta também é ok e está aceitável até aqui.


Acho que é isso que tenho para falar. Tentei ser sucinto, porque não tinha muito o que falar. Até enrolei para fazer essa postagem em virtude disso. Não recomendo o anime. Assistam Horimiya (cof que estaremos comentando semanalmente cof) que vocês ganham MUITO mais! Obrigado por lerem até aqui e nos vemos em qualquer outro post aí 😉

Acho maravilhoso que os animes com esse tipo de história tem sempre a mesma cidade hahaha.

2 comentários em “Ore Dake Haireru Kakushi Dungeon (The Hidden Dungeon Only I Can Enter) #1 – Primeiras impressões

  1. Essa review poderia se resumir ao primeiro parágrafo kkkkkkkkkk
    Amigo, fui assistindo para ver, já achando que seria mais um anime de Chernobyl
    e é mesmo
    Porque esses animes de fantasia medieval precisam fazer meninas com peitos do tamanho de uma almofada? Sexualizar uma menina algemada, eu sempre tenho que respirar para tentar passar desses episódios.
    Bom que a fanbase Intoxicada não gostou dessa bobinha medieval do garoto que beija (pelo visto eles só gostam de algo muito pior, o Kaibostafuku)
    Eu queria mais animes que exploram beijo na boca, mas não com uma desculpa estupida como essa

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu morri de preguiça e enrolei DEMAIS até criar coragem para fazer e terminar a postagem desse anime. Tudo respirava a preguiça e não me deixava nem um pouco animado para comentar do anime.

      Sim!!! Exato! É tudo nesse mesmíssimo padrão. “Sempre” assim. Esse anime logo deve cair no esquecimento, mas deve fazer um barulhinho com um pessoal pelo protagonista ficar beijando as gurias…

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s