EX-ARM #1 – Primeiras Impressões

EDIT: o autor desse post saiu do LD. Por diversos motivos, estaremos atribuindo a autoria desse post para outro usuário. Mas que fique registrado que o autor desse post não está mais na staff do blog.

Olá, leitores! Vamos com animação para o meu último anime de primeiras impressões. E fechou com chave de ouro! Talvez tenhamos aqui um dos piores animes desse ano e vou comentar um pouco pra vocês sobre minha experiência com a “obra de arte” de EX-ARM!

Sinopse: “No ano de 2014, o estudante do ensino médio que odeia máquinas, Akira Natsume, quer mudar a si próprio para melhor e decide dar o primeiro passo a caminho disso… mas é atropelado por um caminhão. Pulando para o ano de 2030, uma policial chamada Minami Uezono e sua parceira androide, Alma, investigam um comércio ilegal em andamento no porto de Tóquio, por uma arma desconhecida chamada “EX-ARM”. Elas são atacadas por um inimigo armado com o EX-ARM nº 8. Por causa dessa situação de vida ou morte, elas decidem ativar o EX-ARM nº 00, que roubaram do inimigo, então…”

Início ruim

Sinceramente é difícil colocar em palavras a introdução dessa obra. A história se iniciou de uma maneira bem desconexa e esquisita, com time skips bem longos, com voltas para o passado e memórias através de alguns flashbacks. O enredo é meio bizarro, com uma ideia de um garoto que tem medo de tecnologias. Alguns anos depois ele faz uma catástrofe com poderes bizarros e o mundo é lotado de androides e tecnologias super futuristas, com o protagonista se tornarndo algum tipo de arma tecnológica. Uma androide e uma garota que trabalham para a polícia precisam resgatar uma “EX-ARM”, arma tecnológica muito poderosa, que está nas mãos de contrabandistas do mercado negro.

Elas conseguem recuperar, e “isso” na verdade é o protagonista. Acontece uma luta entre um contrabandista que possui uma EX-ARM, forçando as duas a utilizarem a arma que elas recuperaram, sendo o protagonista uma tecnologia considerada a “zero”, uma das mais fortes que é capaz de controlar outras tecnologias, como veículos ou até mesmo a própria androide. Ao vencer, elas aparentemente vão ser castigadas pela polícia por usar essa arma que era para ser confidencial.

Totalmente “trash

Quando eu citei que esse pode ser um dos piores animes do ano, eu não exagerei. Esse plot acontece de maneira totalmente bagunçada e os objetivos da obra com suas premissas são passadas bem rápidas na tela, quase que como uma apresentação ruim de Power Point. O enredo é horroroso e sua execução é completamente malfeita, com a passagem de tempo se assemelhando a alguma história feita por uma criança no primário, indo e voltando o tempo todo. Talvez o objetivo da obra seja trazer as protagonistas junto com o menino que virou uma tecnologia buscando e recuperando outras armas roubadas, mas a execução do primeiro episódio foi tão esdrúxula, que eu não sei como vão desenvolver daqui pra frente.

Não consigo pensar em muitos pontos positivos para esse anime senão a dublagem, que tem boas vozes. Mas tecnicamente esse anime é uma tragédia em literalmente todos os aspectos. O enredo é o menos pior dos pontos. Aa animação utiliza um 3D muito horrível, algo que dificilmente exista algo tão ruim a ponto de facilmente diversos projetos amadores serem bem melhores do que esse (claro existem outras animações tão ruins no meio profissional). Além de uma animação que peca em qualquer aspecto sem exceção, tudo que envolve a direção também é um ultraje. As vozes são completamente mal sincronizadas, as cenas são desconexas e confusas dentro de um quadro, cenas que tinham o propósito de serem tensas ou frenéticas com completa ausência de trilha sonora e uma forma péssima de se encaixar os diálogos e transições entre as cenas. De fato, estamos desfrutando o puro “trash” de um anime, sendo uma obra que é uma porcaria em praticamente tudo que mostra, desde de seu enredo até a execução deste com uma parte técnica lamentável.

Conclusão

Reforço aqui no fim que talvez tenhamos um dos piores animes do ano, já que tudo que eu pude citar, com exceção das vozes únicas, é simplesmente uma tremenda porcaria. O anime é um lixo completo e para quem gosta de algo que você ri de tão ruim, EX-ARM é um prato cheio. Dá pra se divertir de tão ruim e espero que mais alguém acompanhe esse anime para rir comigo, porque aqui não parece nem ter sido feita por uma equipe profissional, mas meia dúzia de crianças que sabem desenhar.

2 comentários em “EX-ARM #1 – Primeiras Impressões

  1. Tiny é muita coragem para ver Ex-Arm kkkkkkkkkkkkkk
    Gente, eu sabia que era ruim, mas tão ruim desse jeito??????
    E aquela cena onde eles misturam um personagem de 2D com outro em 3D sem sincronia na boca WTF???? rsrsrsrsr
    Gente, dá pra fazer altos memes com Ex-Arm
    A direção fica ampliando o quadro, como se fosse feito quadro a quadro no power point kkkkkkk
    Coitado de quem fez parte desse projeto
    é de manchar a carreira de qualquer um

    Curtido por 1 pessoa

    1. Então, pelo que eu vi colocaram um diretor de filmes de ação, ou algo similar. O que torna o projeto ruim desde a pontinha do dedo até a cabeça, pois desde algo simples até algo mais “sofisticado” foi feito de maneira porca e horrenda. O que eu gosto é que isso não tem outra descrição senão “trash”, portanto, acaba sendo divertido de assistir, rir é sempre bom, porque o negócio é tão fundo do poço que a gente só consegue rir pensando em como isso foi aprovado pra ser exibido kkkk

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s