Kamisama ni Natta Hi (The Day I Became a God) #1 – Primeiras impressões

Sinopse:Hinata, que acordou como um deus.

Ela previu “o fim do mundo”.

Ela escolhe um jovem solitário.

Quem, como acompanhante,

passará seu tempo com ela até o fim…

Depois de um longo tempo, temos a volta do Jun Maeda na produção de animes. Já assisti algumas obras que ele fez. Não são meus preferidos e nem fizeram meu coração de pedra amolecer ou fazer eu chorar, mas eu gosto desse tipo de história. Jun gosta de fazer o público se afeiçoar com os personagens através da comédia(já dei boas gargalhadas por causa disso), para depois te destruir por dentro. Nesse primeiro episódio a comédia ficou a cargo da interação dos protagonistas. As pirraças da Sato(como a Deus se apresenta) honestamente não funcionou muito comigo, tornando a uma personagem chata. Depois que a relação entre os dois protagonistas se estabelece, ela até que se torna legal.

A Sato me intrigou um pouco. O nome do anime traduzido seria algo como “O dia que me tornei uma deusa” dando a entender que ela era uma pessoa normal, até que um dia virou uma entidade. Na verdade não é nada disso. A protagonista destoa totalmente do resto do mundo, tanto em seu jeito de fala, quanto no de se vestir, parecendo que veio de outro mundo(ou ela pode ser só uma chuunibyou). O final também me intrigou quando Youta liga para os pais perguntado se ela poderia ficar na casa deles. A mãe dá a entender que já sabia da existência da garota.

A relação entre os dois foi o destaque até agora. Eles têm bastante química, principalmente da parte do Youta, que mesmo vendo as ações infantis da Sato, ficava bem tranquilo e ainda tirava graça. Ou também quando ele perdia a compostura quando se tratava da Izanami. Tudo dá uma vibração bem legal.

Outro destaque foi a OST, que até onde eu pesquisei, foi feita pelo próprio Jun Maeda(para quem não sabe, ele é um ótimo compositor). Ela consegue passar um clima que encaixa muito bem o com o anime  A produção da P.A. Works está bem bonita e parecida com as outras obras do Jun Maeda que o estúdio fez em outros trabalhos em conjunto. 

Vale a pena ver esse anime?

Pelo que tive nesse primeiro episódio, digo que esse tem bastante força de ser um dos melhores da temporada. Pode ser meu favoritismo pelo Jun Maeda, mesmo assim ainda acho que deve valer a pena continuar em acompanhar, principalmente se já gosta das outra obras desse autor.

Um comentário em “Kamisama ni Natta Hi (The Day I Became a God) #1 – Primeiras impressões

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s