A publicação de “Adolf” pelo Ocidente e algumas opiniões

Vejamos por onde Adolf já deu as caras, e aproveitaremos para opinar sobre o anúncio e se iremos adquiri-lo 🙂

Como noticiamos horas atrás, a editora Pipoca&Nanquim anunciou o relançamento do mangá “Adolf”, obra homônima de Osamu Tezuka, sendo este um de seus mangás mais aclamados pelo público. Com o anúncio, viemos para mais uma postagem de curiosidades e, como já é de costume, opinaremos sobre o título e se temos intenção de adquiri-lo ^^

Sinopse do mangá:Três homens chamados Adolf. Um é nascido no Japão, filhos de imigrantes judeus. Outro é seu amigo, filho de um oficial nazista que ocupa um alto cargo no consulado alemão em Kobe. O terceiro é o próprio Hitler. Um mistério. Nas Olimpíadas de Berlim, em 1936, um jovem estudante japonês envolvido com facções de esquerda é assassinado e seu corpo desaparece sob circunstâncias misteriosas. No entanto, algum tempo antes, havia revelado a seu irmão, um jornalista que cobria os jogos, ter tomado conhecimento de um fato importantíssimo, algo que poderia abalar as bases do regime nazista. Uma conspiração. Na comunidade judaica japonesa, uma informação corre de boca em boca. Em seu rastro, a repressão nazista, seus métodos pouco ortodoxos e seus crimes brutais. No centro de tudo, os pais dos dois amigos com o mesmo nome, em lados opostos, ambos com segredos a esconder.”


Japão 🇯🇵

Começando pelo país de origem da obra, Adolf foi publicado entre 1983 e 1985 na revista Shuukan Bunshun, da editora Bungei Shujun, sendo concluído de 5 volumes. Posteriormente, ao longo dos anos foram sendo lançadas novas edições da obra por diferentes editoras, completas em 5, 4, 3 e até 2 volumes, pela própria Bungei, mas também pela Kodansha e Shogakukan.

Volumes 1 e 5 da primeira edição nipônica de Adolf.

França 🇫🇷

Na gigante do mercado de quadrinhos, Adolf foi publicado em 4 edições diferentes, todas pela editora Delcourt/Tonkam*. A primeira publicação se deu entre 1988 e 1989, completa em 4 volumes. Foi relançado no começo dos anos 2000 e em 2004. Em 2008 a obra retornou para mais uma edição, também de 4 volumes. Começou em maio e foi concluída em janeiro de 2009. Por fim, a quarta e (por enquanto) última publicação, foi completa em 2 volumes e ambos foram lançados em junho de 2018.

As capas dos volumes 1 das 4 edições já lançadas na França.

*Na verdade, a editora começou apenas o nome ‘Tonkam’. Anos depois um dos diretores da editora abandonou seu cargo para criar a Akata (outra editora francesa), que ficou encarregada da coleção de mangás, esta intitulada Delcourt. Anos depois, Delcourt e Tonkam se fundiram e formaram a Delcourt/Tonkam. Isso de forma bem resumida haha. Quem quiser saber mais sobre, a fonte está aqui, em francês ^^


Espanha 🇪🇸

Na Espanha, o mangá foi publicado em 2 oportunidades, ambas pela Planeta Cómic. A primeira publicação aconteceu antes de 2000. Lá em 1999 foi publicado o primeiro volume, que seguia a edição original de 5 volumes. Já a segundo lançamento chegou em 2010 e tem apenas 2 volumes. Em 2013 foi lançado uma box com os 2 volumes. Cada volume tem mais de 600 páginas *_*

O BOX da obra na Espanha.

Itália 🇮🇹

Na terra da massa, a obra também foi publicada em duas oportunidades*. A primeira pela editora Hazard e a última (mais recente), pela editora J-POP. No primeiro lançamento da obra, a editora optou por publicar uma edição completa em 3 volumes, publicado entre dezembro de 2010 e abril de 2011, sendo lançado sob o título “La Storia dei tre Adolf”. Já no relançamento feito em 2018, a J-POP seguiu um formato de 2 volumes. O primeiro tomo foi lançado em outubro, enquanto que o segundo saiu apenas 1 mês depois, em novembro daquele ano. O título, porém foi alterado, passou a ser “I tre Adolf”.

*Aqui eu vou ficar devendo uma informação precisa para vocês. Pesquisando sobre, parece que tivemos mais de duas edições do mangá na Itália, porém, eu não consegui encontrar um site italiano que me passasse algo concreto, então eu só considerei a edição de 2010 da Hazard e a de 2018 da J-POP. Preferi manter assim do que passar algo errôneo para vocês ^^


Alemanha 🇩🇪

No país onde se deu a origem do Nazismo, a obra foi publicada uma única vez lá em meados dos anos 2000 pela editora Carlsen Manga. A obra seguiu o formato original de 5 volumes, com cada edição tendo subtítulo diferente: o primeiro tomo foi lançado em novembro de 2005, com o título de “Adolf -Mord in Berlim” (Assassinato em Berlim). O volume 2 saiu em fevereiro de 2006 e seu título é “Adolf – Das Geheime Dokument” (O Documento Secreto). O volume 3 saiu em junho do mesmo ano, “Adolf – Tage des Verrrats” (Dias de Traição). O quarto tomo, por sua vez, saiu em setembro, ainda no mesmo ano, com o título no volume de “Adolf – Zwischen den Fronten” (Entre as Linhas). Por fim, o último volume foi lançado apenas em março de 2007, com o título de “Adolf – Zeit der Abrechnung” (Hora do Acerto de Contas).


Polônia 🇵🇱

Na Polônia, a obra chegou bem recentemente, e publicada entre 2016 e 2017 pela editora Waneko. Por lá, o mangá saiu com o título “Do Adolfów” e a editora seguiu uma edição de apenas dois volumes. O volume 1 foi lançado em dezembro de 2016, enquanto que o segundo e último tomo foi lançado apenas em abril de 2017.

Aqui podemos ter toda a inspiração da editora Waneko com essas duas capas. Eu custo a acreditar que essas são as capas, mas é o que consta no site da editora.

Estados Unidos 🇺🇸

Assim como em boa parte dos países que já publicaram a obra, Adolf teve mais de uma edição nos EUA. A primeira publicação se deu pela editora VIZ Media ainda na década de 1990, e ocorreu entre 1995 e 1996, seguindo o formato orginal de 5 volumes. E assim como na Alemanha, essa edição da VIZ possui subtítulos:

1- Adolf – A Tale of the Twentieth Century
2- Adolf – An Exile in Japan
3- Adolf – The Half-Aryan
4- Adolf – Days of Infamy
5- Adolf – 1945 and All That Remains

A segunda edição é da editora Vertical Comics, lançada em 2012 e completa em 2 volumes apenas. O título do mangá passou para “Message to Adolf”.

Capas dos dois volumes da edição mais recente dos EUA.

Brasil 🇧🇷

Fechando essa parte da postagem, encerraremos comentando sobre a nossa primeira edição. “Adolf” chegou ao Brasil pela editora Conrad em abril de 2006. Em julho do mesmo ano saiu o volume 2 e a partir dali, continuou sendo publicado de forma bimestral, até ser concluído em janeiro de 2007 com o lançamento do quinto volume. A nova edição da obra está nas mãos da editora Pipoca&Nanquim e deve ser lançada ainda este ano. A nova edição deve ter apenas 2 volumes.

“Adolf” ainda não foi publicado no México e na Argentina. Ao que parece, havia planos de lançamento para Adolf na Holanda pela editora Xtra e o título seria “Drie Adolfs”, mas ao que tudo indica, o mangá nunca deu as caras no país.


ALÊ: “Adolf” é sem dúvida alguma uma das, ou se não a obra mais elogiada de Osamu Tezuka. Eu não tive a oportunidade de ter contato com o mangá, na época de seu lançamento porque eu estava aprendendo a ler e a escrever hahaha. Quando eu comecei a colecionar mangás, isso lá em meados de 2017, e alguns meses pós compra do meu primeiro mangá, que passei a ficar mais inteirado do mercado nacional, Adolf foi um dos primeiros títulos que eu tinha ouvido falar. Naquela época o título já estava com seus volumes raros (Naturalmente, dado o tempo de mais de 10 anos desde o lançamento). Não tive vontade de ler a obra por ‘meios alternativos’ e mesmo naquela época, eu já ouvia muitos comentarem que o título seria relançado no país. Eu meio que “deixei para lá” e segui esperando, até que veio o anúncio da obra no dia 25 de agosto :).

Sendo uma obra TÃO elogiada, e meu gosto sendo do jeito que é, Adolf é uma compra certa! E provavelmente será meu segundo título da editora – o primeiro foi “O Último Voo das Borboletas” -. Minha preocupação é com o preço e com a data de lançamento. Eu torço muito para que não seja um valor muito elevado e que o lançamento do volume 1 só ocorra em novembro. Ao menos dará tempo de eu me planejar, isto é, dependendo do preço de cada edição rs. Independente do momento que eu comprar, seja no lançamento do volume, ou meses depois, eu trarei uma resenha para vocês ^^.

RUB: no meu caso, eu passo. Visto que o preço NÃO SERÁ NADA CONVIDATIVO, prefiro investir meu dinheiro em comprar mais títulos que eu possa gostar, do que arriscar em apenas uma obra.

DÉBORA: De minha parte, vai depender do preço. Eu não conhecia a obra, mas pela sinopse, eu me interessei em adquirir o título. Estou torcendo para que o volume 1 seja lançado em meados de novembro. Se eu conseguir comprar, esse será o meu primeiro contato com um título da editora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s