Monster Musume no Oisha-san (Monster Girl Doctor) #1 – Primeiras impressões

A PIOR estreia até aqui! E o que eu estou fazendo com a minha vida???

Essa temporada está uma maravilha. Peguei 15 animes e desses, acho que 5 se salvam. Até o momento que faço essa postagem, eu vi 3 animes. Um pior que o outro, mas sem dúvida alguma “Monster Musume no Oishasan” foi o PIOR deles!!! Eu atrasei um pouco com essa postagem por causa das notícias do mercado nacional de mangás, mas acho que logo deve voltar tudo aos trilhos (entre muitas aspas rs).

Sinopse:Na cidade de Lindworm, onde coabitam humanos e monstros, um jovem doutor chamado Glenn inicia outro dia de perigosas consultas médicas! Seja examinando as guelras de uma sereia, costurando as coxas de uma golem, ajudando uma harpia a botar ovos ou apalpando as escamas de uma dragoa, Glenn faz de tudo para ajudar garotas das mais variadas aparências e formas… Mas por que Glenn sempre acaba em alguma situação ‘caliente’ com elas?! Mas que seja – tudo pelo bem da paciente! Esta clínica está aberta 24 horas para tratar de garotas monstro como você nunca viu!


Antes de mais nada e de reclamar sobre qualquer coisa aqui, seja a produção caindo aos pedaços, ou a direção meia-boca, eu tenho que dizer que esse treco daqui é um desrespeito à medicina! Não importa se é um desenho ou o que caralhos seja, ele está tentando representar o trabalho de um médico e definitivamente, a forma que o anime mostrou e trabalhou, principalmente pelo final do primeiro episódio, não é assim como foi apresentado no anime!!!

Animes não tem obrigação alguma de serem palpáveis com a realidade. Eles podem até pegar algum aspecto de um momento histórico, de algo do dia a dia para ser trabalhado com criatividade durante sua história. Mas aqui o autor usa a medicina para tratar pacientes “monstros”. Até aí “tudo bem”. O problema é a forma como é feito. Eu irei começar pelo momento final do episódio, depois eu falo do resto da bomba. No fim do episódio, uma das pacientes centauro estava com problemas nas patas, pois ela não usava ferradura e não queria colocá-las por ter medo de raspar cascos e de colocar os cravos (que deve doer horrores para colocar isso). Então eis que as “amigas” (se é pode se chamar disso) seguram ela para ela não ter como fugir do local. Já estava ruim com ela relutando, querendo sair dali e o médico, vulgo nosso protagonista, de acordo com tudo aquilo com a paciente gemendo como se estivesse tendo prazer (embora o momento não passe nada disso, mas vocês sabem MUITO bem o motivo de colocarem ela gemendo). Calma que fica pior.

Além da personagem estar sendo forçada a fazer algo que não quer, o médico ir de acordo, termos a personagem gemendo para ajudar na punheta do otaku, a enfermeira, que a propósito é uma cobra, se enrola no corpo da centauro e enfia a ponta do rabo na boca do guria… Ela fica gemendo como se ela estivesse com pênis dentro da boca, fazendo sexo oral (escrevendo e morrendo de vergonha)… *respira*… Então além de tudo aquilo, ainda temos uma “simulação” de estupro. Não há como retrucar que não era isso que queriam passar com a cena (eu tenho bem em mente que tipo de pessoa iria dizer que não queriam passar nada disso, só não digo por ser “antiético”), e ainda destacam os peitos da personagem, PUTA MERDA.

Essa cena por si só é horrenda. A personagem depois de tudo, ao invés de ficar puta vida, porque ela foi claramente abusada ali (não tem como retrucar), entretanto, ao invés disso, é como se nada tivesse acontecido. Os protagonistas saem como certos, as “amigas” continuam na mesma e tudo acaba bem, porque a personagem voltou a ganhar os torneios que participava devido ao tratamento (abusivo) do protagonista que inclusive, a guria continua tentando flertar/conquistar ele. PUTA MERDA. É PÉSSIMO!!! Mas a produção não estava satisfeita SÓ com isso!!!! Precisava de MAIS! Então, para fechar com chave, em uma conversa entre o protagonista e a enfermeira feita posteriormente aos eventos ocorridos com a centauro, ambos chegaram à conclusão que o melhor a se fazer é FORÇAR OS SEUS PACIENTES A FAZER O TRATAMENTO. PERFEITO!!!

Explicando com maiores detalhes, uma personagem mencionada rapidamente no episódio que foi professora tanto do protagonista – Glenn -, como da enfermeira – Sapphee -, deixou eles encarregados de fazer um check-up nos participantes desse torneio. Depois de toda essa confusão, eles conversam e falam que essa professora deles talvez estava tentando testar eles e que não precisavam seguir os ensinamentos dela à risca e que poderiam fazer as coisas do jeito deles também. O que significa? Simples, vamos fazer o que quisermos e se o paciente precisar fazer “x”, ele vai fazer e foda-se a vontade dele! QUE MÉDICO EM SÃ CONSCIÊNCIA PENSA ASSIM?????? E AINDA DEIXA A ENFERMEIRA FAZER O QUE FEZ???? ÓDIO!!!!!

Mas agora que já falei do que mais me incomodava (por hora), falemos dos demais acontecimentos. Ao que parece, pela forma que seguiu esse capítulo e ao que deve acontecer no próximo, o anime deve ser episódico, sendo o foco no doutor e na enfermeira cuidando de alguma paciente. Claro que todas as pacientes são mulheres, que otakinho vai se interessar por um médico examinando homem? Tem que ser garota ‘monstro’ peituda. Vale dizer que Monster Musume no Oshasan seguirá uma linha semelhante a de “Murenase! Seton Gakuen” em que os personagens masculinos tem formas puxadas para a parte animal, enquanto as personagens femininas só devem ter algumas características de sua espécie. As próprias garotas centauro, apesar da parte inferior do corpo ser de um cavalo, a parte de cima é um “humano normal”. No próximo episódio, teremos a presença de uma sereia que tem as características animais, mas ainda se assemelha muito com uma mulher, sempre deixando o corpo parecido igual a uma para atiçar e estimular os fetiches.

Não afirmo que os personagens masculinos são mais parecidos com animais, até porque poucos apareceram e a maioria foi em plano de fundo, em um cenário aqui e ali. Mas lá no começo do episódio, enquanto o Glenn examinava uma paciente minotauro (e ela gemia -_-), o marido dela apareceu e parecia um minotauro mesmo, enquanto ela, no máximo, parecia uma vaca. Havia uma discrepância MUITO grande entre os dois.

Sobre os personagens, eles são desinteressantes. Tanto o Glenn como a Sapphee são chatos e a Sapphee ainda tem um acréscimo de ser irritante, porque colocam ela como uma personagem que vai atrás do protagonista (Bem como deve ser com todas as garotas que aparecerem nessa merda). Ela é um estereótipo e até fica balançando o rabo quando o protagonista fala que ela gosta -_-. Já o Glenn além de ser chato, é uma ofensa e é o genérico do genérico. Não tem carisma alguma, sendo um garoto sem sal. O autor poderia ter se esforçado ao menos um pouco para ter feito um cara bonito, mas nem isso…

Já a produção, ela é muito, mas muito precária, o que era esperado de um estúdio novato. Acredito que daqui para frente só piore, ao menos vai ser mais divertido de assistir. Nesse episódio, eles já usaram CG para os corpos dos animais. Inclusive, a noção de espaço disso daqui é terrível e algumas cenas o espaço parece grande e outras já é menor. A direção é operante… inexistente na verdade. As cenas de ação nem tem animação decente para tentar fazer alguma coisa.

Nessa cena, parece que a personagem foi arremessada para metros à frente, quando troca o ângulo, a distância é bem mais curta.

Resumo de tudo: não recomendo em hipótese alguma. Passem o mais longe possível disso! Eu não consigo achar um ponto positivo nisso daqui. Os personagens são ruins, a “história” é péssima, a direção é fraca, a produção está caindo aos pedaços. Não consigo pensar em nada de positivo MESMO! Tudo que peço é que me desejem boa sorte para conseguir continuar com isso…

Um comentário em “Monster Musume no Oisha-san (Monster Girl Doctor) #1 – Primeiras impressões

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s