Maou Gakuin no Futekigousha: Shijou Saikyou no Maou no Shiso, Tensei shite Shison-tachi no Gakkou e (The Misfit of Demon King Academy) #1 – Primeiras Impressões

Uma cópia de Mahouka, só que com demônios.

Mais um post de impressões semanais da Temporada de Verão de 2020. Agora com um anime que tem um protagonista apelão, DARK e EDGY, para os otakus PIRAR com batalha “emocionante”. Já adianto que foi um anime sem graça e prevejo a minha dificuldade de assistir mais 12 episódios dessa obra. Fiquem com a conversa que eu tive com o @alexsanderluiz58 sobre essa estreia.

EDIT: fizemos a review completa depois que o anime acabou. Link para ela aqui.

SINOPSE: Depois de 2000 anos, um rei demônio reencarnar com o objetivo de reconquistar as terras que eram suas de outrora. Porém, em uma nova época, ele é obrigado a participar de uma competição com outros demônios para decidir o verdadeiro herdeiro desse reino e precisa vencer para reaver suas antigas “propriedades”.

RUB: Alê, vou te falar que eu, mesmo não esperando nada desse anime, não gostei dele, porém não foi pelos motivos com o que estava esperando. Detalhando mais, eu não tinha lido a sinopse e nem sequer vi algum PV antes da estreia desse anime. Para nós, junto com os integrantes do grupo do LD no Telegram, esse anime foi apelidade como “Anime com Kirito de Olhos Vermelhos”. Eu só sabia disso, sendo que eu pensava que seria um Isekai qualquer, todo DARK e EDGY (realmente foi no final de contas) e que teríamos um harém genérico para completar o pacote. O negocio é que esse protagonista dessa obra não é um Kirito e sim um Tatsuya com olhos vermelhos. MEU DEUS DO CÉU, O MALUCO É UM DEUS NAQUELE ANIME, bem semelhante ao que temos em Mahouka. Eu gostaria de entender QUAL É A GRAÇA de ver um personagem TÃO OVERPOWER ASSIM??? Porra, eu estou vendo algo para entretenimento e não quero já saber o que vai acontecer. Se eu já sei que o NOSSO PROTA vai ganhar tudo e todos os tipos de luta, por que vou continuar vendo isso daqui? A cena inicial de Maou Gakuin é a seção de Wikipedia daquele mundo. Explicam que há 2000 anos existia uma rei Demônio que sumiu por algum motivo e que passado milhares de anos depois, por ALGUMA JUSTIFICATIVA ALEATÓRIA, aquele governo “sombrio” decide fazer uma competição para ver quem irá liderar aquela nação e ser considerado como SUCESSOR DO REI DEMONIO “FODÃO”. Esse minuto inicial, já é um convite para o drop imediato e sem nem pensar. Mas nós somos loucos Alê, e vamos ver porque…hum…sei lá…SÓ QUERO ÓDIO NESSA VIDA. XP. Mas falando sério, eu até entendo que a produção queira contextualizar aquele cenário, mas precisava toda essa exposição ÓBVIA com um narrador de fundo já te contando tudo? Foi muito preguiçoso. Depois temos a ESCOLA. MEU DEUS QUE VÃO ESCOLHER COMO SUCESSOR DA PORRA TODA UM ADOLESCENTE??? ESTÁ DE SACANAGEM COM A MINHA CARA NÉ??? NADA DE SÁBIOS OU VETERANOS DE GUERRA AQUI. VAI ROLAR UMA COMPETIÇÃO COM PESSOAS QUE CERTAMENTE NÃO TIVERAM QUASE NADA DE EXPERIÊNCIA DE BATALHA PARA LIDERAR UMA NAÇÃO DE DEMÔNIOS…TOP. A justificativa para enfiarem vida escolar no anime foi de bater cabeça no concreto até ter traumatismo.

ALÊ: Eu não esperava NADA. Assim como você, eu não tinha visto nenhum PV ou lido a sinopse. No máximo que vi foram os visuais (Bem qualquer coisa, vale dizer) e uma cena do PV que o prota quebra aquele cristal roxo. É aquilo que me lembro. Eu confesso que ri no começo desse episódio por causa do quão tosco ele é tentando parecer sério, EDGY e DARK, mas até isso foi se perdendo e no final do episódio, eu só queria que acabasse o mais rápido possível! Somos claramente perturbados XP. É a nossa cota de anime ruim, embora essa temporada eu tenha pego bem uns 10 animes que tem potencial para serem horríveis e ainda temos impressões semanais de “Sword Art Online”. Maravilha!!! Bom, sobre esse começo, eu não me surpreendo com a introdução mal feita. Era bem previsível até. Eu olho para isso daqui e penso em uma história pobre, além de DARK. Não sei cara, mas nem se esforçaram para mudar a aparência do tal Rei Demônio para o protagonista. ELES SÃO IGUAIS!!! “Tudo bem” que é uma reencarnação do tal Rei, mas porra, é bizarro que eles são iguais e ninguém reconhecer ele? Não tem pintura ou alguém que viveu na época? Demônios podem viver milhares de anos. E o PROTA tem plena noção de que ele é o Rei Demônio??? E são estudantes??? Japonês tem um fetiche com estudante, não é possível. Nem para trazer um sentido maior para a “história”, eles abandonam essa característica… Nem passou pela minha cabeça o protagonista ser um “Tatsuya” da vida, porque eu vi meio episódio de “Mahouka” (Sim, meio episódio porque eu dormi enquanto assistia de tão chato que foi) e quase não lembro do acontece no episódio. Mas o que mais me incomoda nesses minutos iniciais não é nem a introdução, e sim a chegada dos alunos na escola, que logo de cara já tem o pseudo vilão estereotipado, fazendo aquelas caras tortas, querendo passar a imagem de “MEU DEUS EU SOU DO MAL, OLHA MEU PODER!”. E o protagonista queria passar a imagem de “protagonista FODÃO”. Eu não tenho mais saco para esse tipo de história, então eu só ri da tosquice hahaha. Mas eu tenho certeza que teve otaku excitado com o quão ‘FODÃO’ o prota é… E outra coisa estranha é quando o PROTA fala com o pseudo vilão lá e o cara se joga no chão todo desesperado, falando que ele que será queimado pelas chamas, que queria se enfiar em um buraco e desaparecer. É DO NADA! Pelo que parece, o Anos (que nome feio) que causou aquela “loucura”, mas nem explicam, porque não emitem aquelas ondas que apareceram anteriormente, nem nada do gênero. Estranho. Mas nem de longe foi o pior nesse episódio.

RUB: Assim, nem mencionei o bucha de canhão que tem um letreiro na testa em LED, piscando: “VOU MORRER!”, porque foi ridículo a participação dele. Nem relevância ele teve para algo. E nem te culpo você não lembrar o nome de nenhum dos personagens, porque todos tem nomes escrotos. Anos Voldigoad não é algo tão fácil de lembrar. O pseudo-vilão também tem um nome complicado de pronunciar…tudo é difícil nesse anime. E tipo, já na estreia temos um arco de torneio? Clichês de shounen de porrada vão estar presentes? É sério!? E Alê, nem tente achar lógica nos poderes no PROTA. Você só tem que aceitar que ele sabe CENTENAS DE MILHARES DE MAGIAS DIFERENTES e que sua mana é infinita. Pouco importa qual o poder que ele lança. Só precisamos saber que ele é poderoso e INVULNERÁVEL. Ainda tem a parada dele falar parecendo que está na idade média, com expressões e PIADAS SEM GRAÇA. Entendo que a “piada” é dele não saber contar “piadas”. Mas o que era para ser cômico pela falta de tato dele com a atualidade e contexto, toda a graça some porque o TIMING dessa piadas é RIDÍCULO. Se era para rir, sinto informar que foi o contrário porque eu estava odiando todas as vezes que o PROTA tentava ser engraçado. Só que ainda temos a família do PROTA (ou os pais que tiveram um filho reencarnado como Rei Demônio). Quando eu vi aquela mãe, já bateu um déjà vu com o anime da mãe que tivemos temporadas atrás Alê. Eu só pensei: “O PROTA VAI CONQUISTAR A MÃE TAMBÉM??? ESTÁ DE SACANAGEM???” E toda aquela cena da janta tem um monte de paradas sugestivas para punheteiro…é escroto ter esse tipo de personagem que era para ser um familiar, porém só faltou idolatrar o filho como Deus Supremo. É BIZARRO! E para completar, é mostrado que ele tem 1 MÊS DE VIDA. 1 MÊS!!! ELE É UM POKÉMON ESSE PROTAGONISTA, SÓ PODE.

ALÊ: Eu acho engraçado como lá no minuto inicial, querem passar uma impressão de que pseudo vilão é importante, porque aparece recebendo a carta da coruja, junto com o protagonista e alguns outros personagens. Só que no momento que ele começou a falar, automaticamente já dava para saber que iria morrer. Foi ridículo demais!!! E obrigado por compreender. Eu não sei o nome de NINGUÉM ali. A que eu estou começando a decorar é a Misha, porque é um nome mais curto e a fonética dele ajuda. De resto, não sei o nome de ninguém e nem me importo o suficiente para render o esforço de lembrar. Pois é, nem adianta tentar procurar um sentido, ainda mais que vão usar o “Ele é a reencarnação do Rei Demônio, então sabe de tudo”. Vão tirar poder do cu basicamente, tanto é que tem umas duas ou 3 cenas do episódio que fazem questão de verbalizar que determinada magia estava perdida ou não sabiam mais como usar e só o PROTA tem o conhecimento. Uma foi com a do teletransporte, outra com a de ressurreição e deve ter tido mais alguma na parte final. É impressionante (no sentido ruim da palavra) o quanto de coisa que tem nesse episódio irrelevantes. Tem de tudo um pouco: Tem exposição de roteiro, tem arco de torneio, tem entrada na escola, tem cena DARK, tem vilão estereotipado, tem a mãe do PROTA para agradar otakinho…VERSATILIDADE É TUDO!!! E siiiiim, o timing cômico é PÉSSIMO. Eu entendo o motivo das piadas serem sem graça, mas a direção é horrível para criar esses momentos. É uma quebra do caralho e totalmente sem graça. O PROTA fez o quê? Duas piadas sem graça no episódio? Uma pior que a outra… Foi justamente quando a família dele, especificamente quando a mãe dele entrou em cena que eu parei de dar risada e comecei a revirar os olhos. Ela é o estereótipo do estereótipo para agradar otaku. Desde da voz dela até os gestos, como o movimento das mãos (É uma característica). Eu só queria que ela saísse logo de cena. Estava tendo gastura enquanto ela estava lá. Sobre o PROTA ter um mês de vida, eu li, reli, saí do episódio, voltei, reli de novo e tentei voltar alguns segundos para ver se era aquilo mesmo, porque eu NÃO ESTAVA CRENDO NO QUE EU VIA!!!

RUB: Assim, naquele mundo é NORMAL alguém que era bebê, crescer para adulto em UM MÊS??? Como não deixam claro essa questão, a naturalidade dos pais aceitarem esse crescimento a base de WHEY RADIOATIVO do filho é muito bizarro. E para a Misha, a guria aceita de boas. Aliás, falando nela, POR QUE CARALHOS ELA CONFIA NO PROTA? Teve algo ou algum evento que fizesse ela ter TAMANHA CONFIANÇA para aceitar ir para casa dele no primeiro convite? Eu queria entender porque para mim, não faz sentido eles virarem amigos de primeira assim. Além de que, ela VIU a primeira batalha dele lá no Coliseu. Se eu fosse ela e visse um maluco com apenas uma estalada nos dedos, desintegra um outro doido dezenas de vezes, no mínimo eu estaria evitando o protagonista pelo medo dele me matar ao ESPIRRAR por exemplo. Ainda tem um dialogo que MEU DEUS: “Você é GENTIL!”. SIM! COM CERTEZA! Ele é muito gentil, brincando com um coleguinha de “Morto Vivo” versão hardcore. COM CERTEZA! (O autor não sabe mensurar consequências de acontecimentos no roteiro. Acontece coisas e nada reflete nos personagens). Eu juro que quero entender porque tentam fazer essa amizade, sendo que a química entre o casal É ZERO. Na verdade, nem sei das motivações dela. Só o que mostra é a Misha olhando para uma carta ou convite repetidas vezes no episódio. Pode apostar que vai ser um passado traumático e o PROTA vai ajuda-lá porque ele É “GENTIL”. E para fechar com chave de ouro, temos mais uma luta que o Rei Demônio ganha de um nobre SUPOSTAMENTE mais forte dali sem nem sair do lugar. Ainda o PROTA tenta passar uma mensagem de lealdade e família para o inimigo…PORRA….AÍ NÃO TIO…ELE É UM REI DEMÔNIO OU NÃO CARAMBA???

ALÊ: SIM! É natural que seu filho (que nem parece com você) cresça em 1 mês. E nem a Misha estranha esse fato e é tudo muito “ok” para eles, seja para os pais, ou para quem é de fora. Rub, olhe para aquele homem. Olha a impressão de fodão que ele passa. Olha aquela beleza!!! (Eu tenho vontade de dar um soco na cara dele, por algum motivo…) É ÓBVIO que ele é confiável e não só isso…dá para se apaixonar à primeira vista. Ele foi gentil com a Misha porque pegou a carta dela. Um claro motivo para confiar nele… Mas falando sério, não tem sentido. Na real, “sentido” é uma coisa que não devemos ver aqui. Os dois só trocam palavras aqui e ali e só isso. A guria vai para a casa do cara que ela nem conhece, volta tarde para um caralho e está tudo bem??? Verdade hahahahah. Evitar ele é uma reação bem óbvia, tanto é que o povo na arena fica com medo. Mas é aquilo que eu disse. Ele foi gentil e provavelmente ela já deve estar apaixonada, só não deve dar sinais porque o tipo de personagem que ela é, “Não permite emoções”. E ainda falando daquela cena, o que dizer daquilo? O próprio conceito da ressurreição já vai por terra, porque ele diz que tem 3 segundos para trazer o cara de volta, mas fica um tempo conversando com o vazio. Poderiam ao menos ter colocado um tempo de 30 segundos… E vale dizer que o cara que é usado como brinquedinho, sai dali um tanto traumatizado, para no final do episódio chamar o irmão dele e querer se vingar. Porra autor, se esforça!!! O passado traumático e bem possível, porque ela não tem pais, aí vão contar uma história de como ela perdeu os pais por causa de alguém malvado, para o PROTA confortar ela… RANÇO! Ela não tem carisma algum, o protagonista é chato, a coruja é irritante, o pseudo vilão é um saco. E ainda tem a outra guria para entrar na história… ANSIOSO(sendo irônico)!!! A mensagem do protagonista me lembrou MUITO os ideais da Alice em SAO. Ela falava que não queria lutar, que guerra é errado etc., para minutos depois cometer um genocídio. É uma controvérsia do caralho porque no caso do prota, ao mesmo tempo que ele fala de lealdade e família, diz para todos se curvarem perante ele, se não vai morrer… PORRA VELHO!!!

RUB: Assim, coerência e motivação não vão andar lado a lado nessa história. Espere de tudo e mais um pouco para justificar os absurdos que irão acontecer no anime. Mas para concluirmos o nosso papo, a produção do anime é o sinônimo de coisa genérica. Temos o visual do nosso protagonista ser muito parecido com outros personagens principais de diversos animes nos últimos anos, a animação e os cenários sem vida e sem um pingo de criatividade, a trilha sonora sem destaque e uma direção um tanto “mecânica”, fizeram desse anime uma experiência de assistir um tanto desagradável. E olha que foi apenas o primeiro de 13 episódios. Vai ser uma eternidade terminar essa coisa aqui. As minhas expectativas é que o nosso PROTA vai conquistar mais garotas pelo caminho que irá rumar nessa história, vão aparecer mais vilões que irão morrer em um segundo de luta com o Rei reencarnado, um draminha sem sal para Misha e mais cenas EDGY e DARK de pessoas sendo mutiladas sem proposito algum para agradar os otakus em geral. Definitivamente não recomendo esse anime para ninguém, nem mesmo para aqueles que são fãs de animes de luta, porque batalhas EMPOLGANTES, você não terá aqui.

ALÊ: Não mesmo. A produção é bem ok. Não faz feio, mas não tem nada que chame atenção. Desde da apresentação visual, direção e demais aspectos. A direção em especial tem um timing péssimo, bom deixar frisado. Sobre os rumos da história, deve seguir bem o que você disse, mas vou ser sincero aqui e das três estreias que vi no momento, “Maou Gakuin no Futekigousha” foi a melhor das três, que não é um elogio, porque os outros três que vi, foram eles: Doukyuu Hentai, Monster Musume e o próprio Maou. São um pior que o outro! Maou pelo menos não foi tão ofensivo como os demais. De qualquer forma, não indico e vão para “Re: Zero” que vocês ganham mais!

5 comentários em “Maou Gakuin no Futekigousha: Shijou Saikyou no Maou no Shiso, Tensei shite Shison-tachi no Gakkou e (The Misfit of Demon King Academy) #1 – Primeiras Impressões

  1. Esse anime é aqueles que saem uns 73738282929 por ano que o marco (intoxi anime) fazer vídeo exaltando a obra
    Meu deus isso também tem muita cara de fanfic genérica,escola de magia, protagonista badass e overpower.

    O que me depeciona que a Silver link só pegou isekai esse ano e anime genérico( exceto hamefura foi bom, até)

    Curtido por 1 pessoa

    1. Concordo contigo. Também gostei de Hamefura e se a Silver Link fizesse somente o anime da guria do escudo o ano inteiro, com certeza eu não reclamaria. xP
      E eu assisti o episódio 3 de Maou Gakuin e ainda continuo com a mesma opinião de quando fiz o texto com o Alê, que o anime não vale a pena ser assistido, até mesmo para o pessoal que curte um anime de ação. Tudo é muito sem graça naquele roteiro. Vou achar corajoso quem for até o fim da temporada com essa obra, porque tá difícil.

      Curtir

    1. É uma piada interna. Quem nos acompanhou lá no começo do blog, sabe que temos alguns ‘termos’ que tratamos de forma cômica ou pejorativa, dependendo do comentário. É mais uma ironia a determinados comentários e comportamentos de grande parte dos otakus. Nada além disso.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s