Enen no Shouboutai: Ni no Shou (Fire Force 2nd Season) #1 – Primeiras Impressões

Eu tento, mas o anime não ajuda.

SINOPSE: Pessoas pegam combustão espontânea, transformando-se em demônios de fogo. Shinra Kusakabe é um rapaz com um sorriso sinistros e um passado nebuloso que está na busca de seu irmão pequeno sumido em um incidente envolvendo essas criaturas misteriosas.

Eu já fiz uma review da primeira temporada do anime (link aqui) e sinceramente eu não queria ver essa nova temporada. Porém, alguns amigos disseram que a história iria melhorar e que boa parte das minhas reclamações anteriores, sumiria conforme a história avançava. Então pensei em dar mais uma chance, estilo Reborn em que devemos ver a animação em que os 40 episódios iniciais são horríveis, para só depois ficar bom. Sinceramente eu não tinha expectativa alguma, nem para o meu lado pessimista ou para pensamentos mais otimistas. Só esperava que a produção e a parte artística tivessem a mesma qualidade da season anterior. E foi exatamente entregue nesse primeiro episódio. Não esbanjou sakugas como a estreia do anime no ano passado, entretanto manteve uma qualidade muito acima da média das séries animadas para TV. É de encher os olhos de qualquer um que aprecie esse aspecto mais artístico dos animes. Só que, conforme a temporada anterior, o enredo não acompanha essa excelência na produção.

Eu juro que quero acreditar que a história vai crescer e evoluir em um ponto futuro, porém, o que temos nesse primeiro episódio da segunda temporada, é um capítulo praticamente “filler”. Já começa todo errado, pois na sequência narrativa de eventos, saímos de um arco TENSO, com batalhas importantes acontecendo, e revelações na trama um tanto misteriosas, para um dia de compras no bairro comercial da cidade. Se você for ver os episódios de forma contínua, vai perceber essa oscilação de clima BRUSCA. Nem parece que o protagonista está preocupado com seu irmão mais novo depois de descobrir que ele ainda está vivo. Na verdade, o roteiro SÓ CITA, e bem por cima, a situação que o Shinra se encontra em um PPT SAFADO de contextualização da temporada passada. Aliás, se não tivesse 2ND SEASON no título do anime, tranquilamente esse episódio poderia ser a estreia de Fire Force novamente. O que não faz o MINIMO SENTIDO porque é uma CONTINUAÇÃO e NÃO UM ANIME NOVO. POR QUE CARALHOS APRESENTARAM TODOS OS PERSONAGENS COM INFORMAÇÕES E EXPLICAÇÕES, DESCREVENDO A PERSONALIDADE DE TODOS DO ELENCO EM INSERÇÕES DE TEXTOS EXPOSITIVOS NA TELA? POR QUÊ??? SE EU ESTOU VENDO ESSE EPISÓDIO, É PORQUE EU VI OS OUTROS. POR QUE TENHO QUE VER ESSA APRESENTAÇÃO TODA NOVAMENTE? É REDUNDANTE PARA UM CARALHO!!! E tipo, foi uns 70% do episódio essa REINTRODUÇÃO de todos os personagens, passando a sensação de tempo perdido ou de “encheção de linguiça”.

Eu já sei quem são eles. Não precisa explicar novamente pessoal.

E por falar em tempo, quem fez a montagem desse episódio? O roteirista tem que ser demitido porque PUTA QUE ME PARIU. Não tem como elogiar essa pessoa se a criatura não consegue montar uma ordem cronológica DECENTE na história. Eu quero entender o que levou o roteirista dividir uma piada em 3 PEDAÇOS, intercalando entre outras cenas aleatórias, só para termos a punchline dessa PIADA LÁ NO FINAL DO EPISÓDIO? PORRA!!! Começa apresentando que o Takehisa tem problemas em escolher a roupa. Por enquanto tudo bem porque está construindo toda a cena cômica. Aí temos a primeira quebra de ritmo por causa de flashbacks e exposição barata resumindo o que aconteceu na primeira temporada do anime, conforme eu falei no parágrafo anterior. Aí VOLTA para a “história” do senso horroroso de moda do Takehisa, ficando uns 2 minutos ali de gurias interagindo, com um fanservice aqui e ali para os punheteiros. (Aliás, foi dito no anime que mulheres que malham ou são muito musculosas, não SÃO BONITAS PORQUE O CONCEITO FEMININO TEM COMO FOCO A FRAGILIDADE E SUBMISSÃO…TOMAR NO CÚ CARALHO). Em seguida, de novo temos uma nova quebra de ritmo narrativo para um batalha com um infernal, que foi LONGA PARA UM CARALHO, pois expliquei também ali em cima de reapresentarem todo o elenco de personagens NOVAMENTE!!. Já perceberam que a piada inicial nem terminou e tivemos mudanças bruscas de foco umas duas vezes? Relaxa porque não satisfeitos, a produção coloca a opening para uma nova quebra cronológica, para só aí, DEPOIS DE 15 MINUTOS de episódio, temos a resolução da piada que foi contada lá do começo do Takehisa. Quando mostraram o desfecho disso tudo eu só pensei: “A piada teve mais de 15 minutos de duração e esse foi o resultado? Era para rir? Tem comédia nessa cena?”. São questionamentos que eu tive, pois a graça dessa sketch tinha sumido por causa da falta de foco do anime em contar as paradas. E ainda não consigo rir das piadas e do senso cômico do autor nessa história (e olha que eu curto o mangá de Soul Eater). São sketchs tenebrosas em que eu ficava indiferente EM TODAS ELAS. Se era para rir, não funcionou comigo. A piada das fotos do calendário é um exemplo. Mesmo ele subvertendo o esperado que são as gurias do batalhão NUAS, ainda teve uns comentários um tanto MACHISTA com certas personagens. Definitivamente a comédia de Fire Force não é para mim e vira e mexe, são ofensivas demais. Não consigo achar graça.

Outro problema que eu tive na estreia foi a falta de criatividade da luta contra o infernal gigante. Chuto que colocaram os estagiários para dirigir essa cena de ação porque foi PÉSSIMO. Toda a equipe 8 arma um plano elaborado de distração para pegar o bicho, só que temos como animação, os personagens avançando em fila, esperando cada um atacar de forma COMPORTADA e aguardando o término do movimento do parceiro, para assim poder lançar o seu ataque. Parecia que eu voltei no tempo e estava jogando os RPGs japoneses no Super Nintendo em que as ações são de turnos. Não tem impacto ou te passa uma sensação de adrenalina. Estou mais reclamando disso porque eu sei que a equipe do anime é capaz de coisas grandiosas dado as últimas lutas da primeira temporada. Eu sei do potencial e aqui, parece que colocaram o time C para animar e dirigir esse segmento de luta.

Realmente eu só tenho elogios para a parte de direção, fotografia e animação em geral de Fire Force, porque até a opening é uma MERDA. Para quem conhece a cantora Aimer, sabe do potencial vocal que essa guria tem. É UM ABSURDO AS NOTAS QUE ELA CONSEGUE ALCANÇAR em outras músicas. Mas aqui, parece que iniciaram um robô para compor a música e com produto pronto, deram para ela cantar. A MÚSICA É GENÉRICA DE DOER. Tranquilamente podia dar para uma dubladora novata cantar essa mesma canção que não faria diferença ALGUMA, além de subaproveitarem o talento da Aimer que é imenso visto os trabalhos anteriores. Ainda tem que a OP em si que é genérica também, nem chegando perto do que foi a OP1 da season anterior.

Vale a pena?

Se você está vendo o anime até aqui, há uma grande chance de você gostar muito da obra. Eu particularmente não gosto de Fire Force e estou dando essa última chance para o anime. Para quem curti a história, não tem muito o que falar para ti, a não ser demonstrar minha frustração em acompanhar esse enredo em textos. Agora se por acaso você leitor que está lendo esse texto e ainda não viu Fire Force, recomendo que você leia minha review da temporada anterior e a partir dali, comparando com outras opiniões, você decida se vai começar a ver ou não o anime.

Um comentário em “Enen no Shouboutai: Ni no Shou (Fire Force 2nd Season) #1 – Primeiras Impressões

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s