Principais tópicos da live da JBC

A live ocorreu no Instagram e definitivamente aquela não é uma boa rede social para uma transmissão!!!

Esse resumo está saindo bem tarde. A live ocorreu na sexta-feira dia 22 de maio, entretanto, essa postagem deve estar saindo na terça (26) ou na quarta-feira (27), porque eu preferi dar preferência às lives da NewPOP do que a da JBC. Eu tinha QUATRO lives da NewPOP para resumir, enquanto que a da JBC era só uma. Enquanto a JBC eu não tinha senso de urgência, a da NewPop eu precisava postar antes de sair a pré-venda de “Solo Leveling”, que começou nessa segunda-feira. A da JBC além de ser toda confusa, atrapalhada e não passar informações muito palpáveis, eu não estava com muita vontade de rever para resumir… Enfim, fiquem com o resumo da live e eu estou com uma ideia de post, por isso não reclamarei da live nessa postagem. Aguardem!!!


Logo no começo da live (que sequer teve uma introdução), a editora explicou o que estava acontecendo, ou melhor, o que havia acontecido nesse começo de ano. A editora tinha um cronograma todo traçado para o ano de 2020. Com relação ao sumiço da editora no primeiro trimestre, foi dito que a empresa entendeu que esse começo de ano é voltado às compras de livros didáticos, material escolar e outros por ser volta às aulas e tudo mais. Mesmo em tempos que a editora ainda fazia distribuição para as bancas, as vendas dos mangás entre o fim e o começo de ano tinham uma queda considerável. Depois que a editora parou de distribuir em bancas (no começo de segundo semestre de 2019), as vendas seriam piores porque as lojas online estão centradas nessa questão de materiais didáticos. Então a editora preferiu dar uma segurada nos títulos nesse começo de ano, para voltar com tudo no segundo trimestre… Todavia, eis que vem a COVID-19 e com ela veio a pandemia, atrasando/complicando todo o planejamento da editora.

Esse retorno da editora começou a acontecer ainda em março, quando a editora voltou a com a publicação de “UQ Holder”, “Hokuto no Ken”, “Cavaleiros do Zodíaco” e outros. Um pouco antes disso, a editora realizou uma live (horrorosa) pelo YouTube, realizando anúncios, sendo um deles o grande anúncio de “Nausicaä”. Deu previsões pra lançamentos e contou a história da editora (pela milionésima vez XP). Pouco tempo depois, começou a quarentena e as coisas começaram a mudar rapidamente e drasticamente. As lojas físicas fecharam, a editora precisou ficar em home office, o dólar começou a subir cada vez mais, beirando os R$ 6,00 reais, as importações de alguns tipos de papel ficaram mais complicadas, dentre outros fatores. MAS a editora alerta: NADA foi cancelado! A editora “congelou” suas publicações, pois o momento é incerto. A empresa não sabe como tudo vai prosseguir e até mesmo como o mercado irá reagir e o momento exige cautela. Como uma “saída”, a editora começou a investir mais e mais em e-books, continuaram com as publicações de simulpubs (é um formato em que a editora publica capítulos de mangás de forma simultânea com o Japão).

Updates dos mangás já em publicação da editora:

  1. Ultraman: volumes 11 e 12 estão prontos, só estão esperando o momento certo de ir para a gráfica;
  2. Saintia Shô: volumes 12 e 13 também estão prontos;
  3. Freezing: volumes 32 e 33 estão prontos. Esses dois volumes iam entrar na gráfica para sair no fim de abril, mas a situação não permitiu que acontecesse;
  4. Battle Angel Alita – Last Order: volumes 7 e 8 também já estão prontos;
  5. A Heroica Lenda de Arslan: volumes 3 e 4 estão prontos;
  6. The Seven Deadly Sins: volumes 37 e 38 estão prontos. Os demais volumes precisam ser negociados, então vão demorar mais um tempo;
  7. Os Cavaleiros do Zodíaco – Kanzenban: volume 18 está pronto;
  8. Hokuto no Ken: volume 7 pronto;
  9. Os Cavaleiros do Zodíaco – Lost Canvas: volume 18 está pronto também;
  10. My Hero Academia: a editora vai esperar mais um pouco para começar o processo de renovação de contrato;
  11. Cavaleiros do Zodíaco – Next Dimension: volume 12 está pronto, mas a editora está no aguardo do lançamento de mais um volume lá no Japão.

Status das obras anunciadas pela editora, mas que ainda não começaram a ser publicadas:

A editora tem ao todo 13 mangás e 1 uma novel anunciados, sendo que uma dessas obras ganhou previsão de lançamento e uma delas foi anunciada nessa live.

  1. That Time I Got Reincarned as a Slime (Tensei Shitara Slime Datta Ken) (adaptação em mangá): os volumes 1 e 2 da adaptação em mangá da obra estão com as capas aprovadas;
  2. What a Wonderful World!: a editora compilará os dois volumes originais em apenas um, transformando a obra em um oneshot. Em breve deve começar o trabalho de tradução do mangá;
  3. The Seven Deadly Sins – Seven Days: o volume 1 inteiro está pronto e o segundo está quase totalmente feito também. A editora só precisa aprovar a capa do segundo volume para estar tudo pronto;
  4. Sailor Moon – Eternal Edition: esse vai demorar. A editora comentou que há todo um processo longo e demorado de aprovação (a autora é exigente). Tem que aprovar o papel que será usado na edição, a tinta e as cores usadas também. Primeiro o Japão tem que aprovar os arquivos digitais, para depois mandarem provas impressas para serem aprovadas também. A editora ressalta que talvez quando o volume 1 sair, as aprovações dos tomos seguintes também vão de forma mais rápida. No momento a editora está cuidado das aprovações do primeiro tomo e tem uma gama de cor que não está disponível no Brasil e que a editora precisa dar um jeito de conseguir (Me lembra o caso de Sakura Card Captor na Espanha hauhauhau);
  5. Overlord (mangá): o mangá está em produção. Lembrando que a novel tem um contrato “casado” com o mangá. A editora só pode publicar o segundo volume da novel, depois de publicar uma quantidade x de volumes do mangá;
  6. O Tempo com Você (mangá e novel): a novel está traduzida, enquanto que o mangá a editora começará a trabalhar em breve. Foi comentado que as aprovações do mangá e da novel devem ser mais lentas também, porque o estúdio responsável pela animação dos filmes e o autor (Makoto Shinkai) são exigentes; Foi dito que isso aconteceu com “Your Name” também;
  7. Vendi Minha Vida a 10 mil ienes por Ano: obra completa em 3 volumes, sendo que os dois primeiros tomos estão prontos e o terceiro está para ser finalizado;
  8. Nausicaa do Vale do Vento: a obra tem uma aprovação mais longa. A editora comentou que se em tempos normais, as aprovações seriam demoradas, com a pandemia será ainda mais;
  9. Gunsmith Cats Burst: o volume 1 está pronto. Lembrando que o mangá é em formato BIG (2 em 1);
  10. Chi’s Sweet Home: a editora já tem alguns volumes traduzidos e em breve a editora começará a trabalhar no material da obra.

Se você está se perguntando quando esses títulos saíram ou até mesmos quando as obras regulares da editora serão retomadas, a sua resposta é: Não sabemos! Nem a editora sabe! O que foi dito é que nenhuma dessas séries devem ser retomadas até a situação normalizar. Isto é, até a pandemia acalmar e o dólar abaixar. Você não deve ver essas obras tão cedo.

Vigilante: My Hero Academia Illegals:

A única obra anunciada da editora que ganhou previsão de lançamento foi “Vigilante: My Hero Academia Ilegals” que deve chegar entre o final de JULHO e começo de AGOSTO. Serão publicados os dois primeiros volumes simultaneamente. Lembrando que agora a editora só lança seus volumes em blocos de dois à quatro volumes de uma vez. O preço de capa é de R$ 27,90. Qual o formato? Não sabemos e não foi informado. Qual o papel? Também não sabemos e não foi informado. Isso porque era uma live dedicada a falar de Vigilante. Por falar nisso, quase ficamos sem saber o preço também porque eles esqueceram desse pequeno detalhe XP. A pré-venda deve começar em breve na Amazon. Deve ter seu início agora em junho e a editora disse que fará assinatura do mangá, sim! A editora irá retornar com o sistema de assinaturas!

“Vigilante: My Hero Academia Illegals” será o primeiro título da retomada da editora com as publicações impressas. Os volumes em formato digital do mangá também deve chegar em breve. Além disso, a editora comentou que dessa fila de obras anunciadas, as próximas que devem ser publicadas são a adaptação em mangá de Slime e o The Seven Deadly Sins – Seven Days. Mas eles alertam que tudo pode mudar a qualquer momento.

Capas nacionais dos volumes 1 e 2.

Reimpressões: a editora disse que tinha um plano reimprimir diversos volumes de diversas séries deles. Todavia, devido à pandemia, a editora teve que colocar o plano de reimpressões na gaveta, pois reimpressões demoram mais para vender, então a JBC precisa ver séries que tenham uma rentabilidade nesse momento difícil. Foi dito que entre reimpressão, começar novas séries ou retomar as séries já em publicação, reimpressões está em último lugar na fila de “preferências”.


Jaspion:

Não poderia faltar, não é mesmo? A editora está aproveitado esse período de quarentena para fazer algumas modificações no mangá, modificando algumas artes, retocando outras e acertando alguns detalhes de texto. Ao mesmo tempo, a editora está finalizando a parte editorial, com conteúdos extras (matérias, entrevistas, ficha de personagens). São cerca de 150 páginas de história e 30 de parte editorial). Não há previsão de lançamento também, porque se a editora lançasse o mangá agora, eles teriam que rever toda a questão do preço de capa, o papel é importado e outros detalhes.


Delivery da Japorama e Print on Demand:

Essa semana, a loja Japorama da JBC passa a aceitar pedidos de mangás por delivery. Por hora, está limitado para apenas para o estado de São Paulo, MAS, dependendo da onde você mora, a editora pode acabar enviando para outros estados. Os pedidos podem ser feitos via Whatsapp e serão entregues por motoboys. Na loja, além de produtos da própria JBC, você também já encontra mangás da Panini, do Pipoca&Nanquim e logo mais deve ter os mangás/novels da NewPOP.

Sobre o Print on Demand (reimpressão por demanda), a editora começou com o Henshin mangá 1 e 2. Ela pretende expandir para mangás já esgotados, mas depende do Japão e da diretoria da editora. Eles até pensam em trazer títulos que normalmente não seriam publicados aqui por não ter tanto público e usar essa “tática” de impressão, porque assim, a editora consegue alimentar um pequeno nicho que quer a obra. Para aqueles que não sabem, como o próprio nome sugere, Print on Demand é um sistema em que a editora recebe os pedidos dos volumes que o público quer, são enviados para a gráfica e posteriormente, são enviados para os que fizeram o pedido.


Anúncio:

Por fim, a editora realizou o (re)anúncio de “InuYasha”. A nova edição da obra seguirá o modelo wideban, que é completo em 30 volumes (a edição original é completa em 56). Mais detalhes serão dados no futuro.


Publicidade: agora o blog tem link para a Amazon, sim! Se você puder, realize suas compras pelos nossos links e você estará ajudando o @alexsanderluiz58 a comprar mangázinhos para trazer resenhas para vocês! E vocês verão esse “cabeçalho” em todos (ou quase) os posts. Obrigado à todos desde já ^^.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s