Olympia Kyklos #1 – Primeiras impressões

Anime baseado na obra da mesma autora de “Thermae Romae”.

Bom dia, boa tarde, boa noite meus queridos. Espero que estejam todos bem. Finalmente cheguei no meu último post de primeiras impressões dos animes dessa temporada. Ainda tem mais um anime para fazer primeiras impressões, mas esse é do @rubnesio e eu acredito que em breve deve chegar para vocês. Enfim, “Olympia Kyklos” é um anime de 5 minutos muito doido e que eu adorei. Não tanto quanto “Gal to Kyouryuu” (primeiras impressões aqui), mas foi uma boa estreia e tem muito potencial.

Sinopse: “Demétrio, um tímido e gentil pintor de vasos na Grécia Antiga, que não gosta de esportes e competições, é forçado a competir em um jogo com o prefeito da cidade vizinha para salvar sua vila. Enquanto se esconde dentro de um grande vaso fora de sua oficina, um raio atinge o vaso em que Demétrio está, transportando-o para Tóquio, durante os Jogos Olímpicos de Verão de 1964.”


“Olympia Kyklos” é uma obra que eu estava de olho há algum tempo por ser da mesma autora de “Thermae Romae”, mangá de 6 volumes que foi publicado no Brasil anos atrás pela JBC. Esse mangá é muito elogiado, mas nunca li ou assisti a sua adaptação em anime. Olympia teve anime anunciado e pouco tempo depois informaram que a estreia seria nessa temporada. Eu peguei o anime para ter contato com a autora e confesso que a estreia foi diferente do que eu esperava. Foi muito mais doido do que eu poderia esperar, mas eu adorei!

Eu vou ser sincero com vocês… Eu não sei o que falar desse anime! Eu diria que a melhor coisa que vocês podem fazer é sentar e apreciar. Palavras são poucas para descrever como é a experiência com esse anime, mas eu juro que eu vou tentar. O anime tem 5 minutos, sendo que pelo menos nesse primeiro episódio, 30 segundos foram com a OP e 1 minuto foi para a ED. Logo, temos 3 minutos e meio de episódio. E falando na OP e a ED, é por elas que vou começar a falar. Elas são muito interessantes. Na verdade, toda a estética do anime é interessante da sua própria maneira. Os personagens são feitos com argila (aparentemente) e o anime é um grande stop motion. Dou destaque para a ED que tem uma música maravilhosamente viciante haha. Estou viciado naquela música, inclusive, acho que a canção da ED irá mudar a cada episódio. Não tenho certeza já que, mesmo já tendo saído o segundo episódio, eu ainda não o vi.

Olha isso gente, é maravilhoso!!!

Bom, falando do episódio em si, o anime começa se passando na Grécia Antiga e lá, vemos três personagens em destaque. O Demétrio, nosso protagonista, o líder da vila e um golfinho… É isso mesmo, e é por aí que vocês começam a ter uma ideia da loucura. Esse líder da vila vê potencial no Demétrio para ser um atleta e participar das Olimpíadas (nesse caso, o “potencial” também é conhecido como dinheiro hahaha). Só que o Demétrio não quer participar disso. O motivo? Simples. Porque dá medo… Eu te entendo Demétrio. Também não participaria. Eles que lutem. Toda a parte visual ajuda bastante com a comédia. A dublagem do líder também contribui muito e foi um bom seyuu que escolheram.

O Demétrio foge e ele vai pintar vasos, coisa bem comum naquele tempo. Eis que surge o líder e só solta um “que desenho feio”. Senti a dor. Sabe quando você faz um desenho e olha para o desenho de alguém que faz melhor? Foi exatamente isso. Cara, o GOLFINHO pinta melhor que ele. Aquele golfinho tem um talento invejável *_*. Amigo me ensina!!! O líder continua com seu interesse no Demétrio porque iria lhe render dinheiro, e ele foge novamente. São situações tão idiotas e são muito engraçadas.

Na parte final do episódio, o Demétrio entra dentro de um vaso, como? Não sabemos, mas quem se importa?! Isso é para ser doido, então quem liga com a lógica nisso??? Ele é atingido por um raio e o Demétrio é teletransportado para Tóquio. O episódio acaba assim. Acabou e até a próxima semana. XP. Uma última coisa sobre o episódio. Os personagens que são de Tóquio, aparentam ser tipo bonecos pintados à mão. Sabe aqueles bonecos para fazer teatro? Que os personagens só tem a frente? Então, eles parecem com isso.

Enfim, esse é um anime que assim como “Gal to Kyouriuu”, não é para todo mundo. Eu gosto de coisas loucas, que brincam com estética, tentam coisas diferentes, que viajam na maionese. AMO!!! Se você gostou de Gal, dê uma chance para esse anime também. Se você viu e gostou de Olympia Kyklos, dê uma chance para Gal to Kyouriuu, que é igualmente fabuloso. Eu não sei para onde Olympia vai, nem para onde ele quer ir, mas espero que seja tão fabuloso quanto esse episódio. Que continue sendo excêntrico igual sua estreia.

Eu ri hahaha

Um comentário em “Olympia Kyklos #1 – Primeiras impressões

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s