Somali And The Florest Spirit #3 e #4 – Impressões

Depois de uma semana sem comentários, voltamos com a programação normal de Somali. Fiquem com o post que eu e o Alê fizemos.

RUB: Alê, parece que o anime de Somali começou a ter mais robustez deixando de ser mais episódico para apostar em um arco. No episódio 3 nos é mostrado a dificuldade do Golem em gerenciar as despesas com a Somali. Até porque, ela é a única que come e que tem necessidades da dupla. Com os gastos aumentando, a parada na cidade foi obrigatória. Nem mesmo vender materiais ia servir, mais pelo local ter uma abundancia de minerais com um comércio bem aquecido e ter uma imensa ravina inexplorada embaixo da cidade que lhes provém sustento local. O jeito do Golem foi recorrer a um emprego convencional para ganhar alguma grana e continuar a viagem. E aqui que mostra mais um lado do Golem. Ele está ansioso e aflito para assegurar que a Somali fique em segurança antes de sua morte. Quer de qualquer forma e com a maneira mais rápida possível, ter dinheiro suficiente para prosseguirem a viagem, pois o tempo está contra eles.

ALÊ: Sim. Até o meio do episódio 3 eu imaginei que ele continuaria sendo episódico e iria mostrando algum desenvolvimento na relação deles. Fiquei muito satisfeito com esse pequeno arco que foi excelente. A parte mais “importante” vem no episódio 4, enquanto o terceiro serve para criar a situação e você se familiarizar com os novos personagens. O último episódio já vem com uma abordagem mais dramática. Eu adorei ele. É nesse desespero que ele acaba prestando menos atenção na Somali e acaba não percebendo o quão difícil é para ela e o que está sentindo. E Somali, você prometeu que eu ia chorar no final dessa história, não no meio dela hahaha.

RUB: Pior que nem chorei com o anime (por enquanto xP). Preciso ver mais esse laço paterno entre os dois se fortalecendo para eu sensibilizar com a situação. Tem outra coisa que foi mostrada nesses dois episódios que foi a proteção exagerada por parte do Golem. A guria mal respirava e o Golem pedia para ela ficar por perto. Estava sufocando a guria cheio de regras e cuidados. Dava para ver que as duas crianças iriam fazer merda. E a Somali, super curiosa, iria aprontar. Essa sequencia do terceiro episódio estava me dando agonia. O Golem controlador máximo e a criançada com cara de que iriam causar problemas. Os dois lados estavam muitos errados, o que me deixava aflito em acompanhar tudo.

ALÊ: Eu não cheguei a chorar mesmo hahaha. Mas foi quase. Lacrimejei bastante. Aquele finalzinho do episódio mexeu comigo :'(. Esse quesito da proteção ficou bem mais evidente nesses episódios. No começo eu achei bem normal, até porque ele se distraiu e a garota sumiu. Mas aqui foi bem longe. Realmente eram muitas regras e não queria nem deixar ela brincar. Só dela ter atrasado um pouco, ele ficou MUITO bravo. Por mais que ela tenha desviado o caminho, o que foi errado da parte dela, acho que ele foi duro demais. Nem sequer queria ouvir o que ela tinha para dizer. A Somali estava toda preocupada com a possibilidade de ficar longe dele e o Golem todo duro com ela. Claro que ela também estava errada na história toda, mas não é assim que as coisas se resolvem (fica de lição para alguns tipos de pais). Mas foi uma “boa” forma de aprendizado para o Golem. Vendo o resultado de toda essa pressão nela, fez ele refletir um pouco sobre o que estava fazendo.

RUB: Também tenho essa visão dos acontecimentos desses 2 episódios. Como a Somali não é boba nem nada, percebeu a pressa do Golem em achar humanos. Toda a aventura dela no subsolo, foi por causa de seu desejo de ficar para sempre ao lado do pai. Como o Golem não queria escutar suas aflições, ela apelou para superstição local. Diga-se de passagem, que lenda maluca de ir nas profundezas do desconhecido para colher uma flor luminosa. E como é de praxe, os cenários de Somali são de encher os olhos. Quando as duas crianças andam pelo “esgoto”, a beleza é o que chama a atenção de cara. Tudo muito exótico e graças uma iluminação “natural”, toda a composição de quadros ficou linda (Aquele cogumelo gigante é estranho para mim. Olhos em um ser vivo que não é animal, foi estranho). Para ver que ainda tem diversos elementos que não foram explorados (E nem sei se serão, pela quantidade no anime e pelo tempo de exibição).

ALÊ: Acredito que ela deva ter pensado que ele quer “se livrar” dela logo. Mal sabe ela da história toda… Superstições né…nem sempre elas fazem algum sentido e nem sempre elas são “normais” haha. Tudo vai depender se você acredita ou não. No caso da Somali, o desespero falou mais alto, ainda mais que ela é uma criança. Então não precisa de muito para fazer ela acreditar. A apresentação visual como sempre é impecável. Dou destaque para quando eles encontram a tal árvore. Foi um quadro lindíssimo (confesso que olhei torto para a Somali por matar a florzinha). E por falar nisso, a natureza sempre surpreende hahaha. Bato palmas para o autor por ele trazer toda essa diversidade. O mínimo que eles apresentam já é um prato cheio de variedades, cores, formas e tamanhos. Muito fascinante de se ver.

RUB: Fico sempre maravilhado com o background do anime. Até mesmo o cachorro pirata é simpático. Pensei que seria agora que os demais seres iriam se voltar contra Somali, só que parece que não vai ser agora que irá acontecer. E obvio que depois da aventura, a Somali teria efeitos a sua saúde visto que ela ainda é um criança e não deve estar se alimentando. São nos momentos mais vulneráveis, que percebemos como o próximo vai nos fazer falta na sua ausência. É tão bonitinho o Golem falando que a Somali não tem substituição e que pede perdão por não ser um bom pai que ela merece ter.

ALÊ: Eu pensei que o lobão era vilão Hahahahaha. Eu me senti muito enganado naquela situação. Estava crente que ele ia descobrir que a Somali é humana ou algo assim. Foi uma quebra de expectativa muito boa. E siiiiiim… aquele momento é tão bonitinho e eu lá quase chorando. Uma cena muito linda e mostra que mesmo que ele não entenda o que é preocupação, ele sente isso e mostra como se importa com ela, mesmo não demonstrando isso diretamente para Somali. Nessa cena eu acho bem importante o que o pai (dono do restaurante) daquela criança diz. Pai também erra e que ele tenta aprender a ser melhor. Achei muito bom esse momento. Ai, quero Somali sendo publicado no Brasil!

RUB: O dono do restaurante foi o “mestre” da vez. No episódio 2 foi o oni curandeiro a dar conselhos. Agora, foi o chefe que ajudou o Golem a compreender melhor seus próprios sentimentos. Falando no mangá, que estranho nenhuma editora ter demonstrado interesse antes pelo título. A obra tem uma vibe boa e lembra o começo de Usagi Drop, que foi sucesso no passado. Passou despercebido até agora para o mercado editorial brasileiro. Talvez com o anime mude essa situação.

ALÊ: Sim, espero ver mais desses casos e de “mini arcos” como esse, é bem interessante ver esse aprendizado do Golem. Eu fico triste, porque parece que o anime não está fazendo sucesso ¬_¬. Mas acho que ele deve ser anunciado logo logo… Por hora estou no aguardo hehe. Voltando ao anime, aquela troca de palavras rápidas com o lobão no finzinho do episódio 4, foi bem um “tapa na cara”. O Golem prometeu ficar junto da Somali para sempre, mas nós sabemos que ele não pode fazer isso…

RUB: Ele afirma que não tem sentimentos, mas ficou com receio de falar a verdade e preferiu mentir. O Golem está muito mais humano do que jamais foi. E o lobo dá a entender que encontrou com outro Golem prestes a morrer. Será que é um dica que pode aparecer outros Golens pelo caminho? Veremos se minha suspeita se confirma nos próximos capítulos.

ALÊ: Sim, fiquei até surpreso com ele mentir, mas dentro daquela situação, faz muito sentido. Afinal, a Somali estava morrendo lá (exagero) de medo. Então, ele não queria dar mais preocupações ou causar mais o choro dela. Eu acredito que pode ser que outros Golens apareçam sim. Como eles são guardiões das florestas, imagino que em cada floresta, tenha pelo menos um Golem. Veremos como isso vai prosseguir daqui para frente.

RUB: Mais uma semana e mais próximo do final estamos. Só quero ver se o trailer falava a verdade ou mentia que iriamos chorar com o final. Aguardemos. xP

ALÊ: Ele já mentiu para mim, porque ele disse que era no final, já estou chorando no começo dessa história hahahaha. Ansioso para semana que vem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s