Runway de Waratte #2 – Impressões Semanais

Continua muito bom. Uma verdadeira adaptação!

Mais uma semana e cá estamos para falar sobre esta maravilha que é “Runway de Waratte”. Sim, as impressões do segundo episódio estão saindo um dia depois de ter sido lançado o terceiro e eu peço desculpas por isso. Acabei me enrolando com outros posts e acabou atrasando MUITO. Porque eu não juntei os comentários do segundo e do terceiro episódio? Bom, isso é para me agradar internamente. Eu quero ver o que comentei Runway de Waratte semanalmente depois. É um agrado pessoal haha. Enfim, esse episódio de Runway correu e provavelmente irá continuar assim, correndo.

  • Impressões do episódio:

Se no episódio 1 adaptaram apenas o primeiro capítulo do mangá, neste episódio, por outro lado, foram adaptados 5 capítulos. Foi adaptado do capítulo 2 até o 6, que corresponde a todo o “resto” do primeiro volume e o primeiro do volume 2. Numericamente 5 capítulos podem parecer poucos, ainda mais que os capítulos de Runway tem em média 20 paginas. Porém, esses capítulos tem muita informação e acontece muita coisa num único capítulo. São poucas páginas, mas que são muito bem aproveitadas. E é por isso que eu quero começar a falar.

Eu particularmente adorei a forma que eles conseguiram enxugar todas informações desses capítulos para que coubessem nesses poucos mais de 20 minutos e fizeram isso muito bem. Foi pego toda a informação essencial e colocaram ali. Eu não senti falta de alguma informação realmente relevante. Isso mostra que, por mais que o tempo que eles têm para trabalhar X capítulos seja muito curto, eles estão sabendo usar esse pouco tempo. Créditos para compositora de série que é MUITO experiente e já trabalhou em diversos animes, de diversos gêneros, então ela sabe muito bem o que está fazendo. Está simplesmente maravilhoso, pois eu pude ver a qualidade do trabalho dela aqui.

Falando do episódio em si, a cena inicial é dando continuidade ao anterior. Vemos o desenrolar e o desfecho da conversa do pai da Chiyuki com o Tsumura, que a princípio, acaba dando errado graças a algumas mentirinhas ditas pela Chiyuki. Isso resulta em que o pai dela não poder contratar o Tsumura para trabalhar na Mille Neige. O que acho de mais importante nessa parte inicial é que o Tsumura vê que a Chiyuki está sendo repreendida e quase chorando (protejam meu bebê), então ele tenta camuflar a situação tirando parte da culpa dela e colocando para si, para tentar amenizar essa circunstância. Novamente ele coloca o sonho dele para escanteio, entretanto, isso não perdura por muito tempo.

Após a OP (maravilhosa vale dizer), vemos a Chiyuki indo conversar com o Tsumura, tentando convencer ele a voltar na empresa e a conversar com o pai dela novamente. Ele não gosta da ideia, o que leva a Chiyuki a devolver a roupa que ele faz, alegando que não quer uma roupa de um designer sem nome… Falemos a verdade, a Chiyuki é egoísta? É, mas essa ação dela traz um efeito positivo, já que ao dizer isso para ele, faz com que o Tsumura pense mais um pouco sobre o porquê dele fazer roupas e o ajuda a tomar coragem para voltar na empresa. Só que dessa vez, com uma determinação maior.

Passando para a parte da segunda tentativa do Tsumura. Eu posso definir essa cena com a seguinte frase: “deu certo dando errado” *risos*. Porque acaba que a Mille Neige realmente não pode contratar ele por ainda estar no Ensino Médio, mas acaba saindo de lá com a indicação de ir trabalhar com um amigo do pai da Chiyuki, o Yanagida. Uma última coisa sobre essa cena, além de pedir um emprego, o Tsumura tenta ajudar a Chiyuki. Eu gosto muito disso, porque ele mostra que se preocupa com ela e, por meio de um rápido flashback, vemos que o pai vê ela “treinando” e reconhece o esforço dela, por mais que vive dizendo para a Chiyuki que impossível ela ser modelo (vai engolir essas palavras hahaha).

Agora o Yanagida, eu gosto e desgosto dele. Ele tem uma personalidade forte e luta pelas suas conquistas. O meu problema com ele é a forma que lida/trata as pessoas a sua volta. Ele estava praticamente escravizando os próprios funcionários. A Moriyama chega a desmaiar de exaustão de tanto trabalhar sem o devido descanso, além de tratar eles como uma coisa qualquer. Mas o Yanagida vai aprender algumas coisinhas com o Tsumura e com outros personagens que estão para aparecer ^^.


Uma cena que gosto bastante nesse episódio, acontece quando o Yanagida manda o Tsumura embora e o “espírito” (não encontrei uma forma melhor para definir, então acabei usando espírito) da Chiyuki empurra ele, não o deixando sair do local. Gosto disso, pois eu penso que ela não quer deixar ele desistir dos seus sonhos. Se os objetivos dela são possíveis e podem acontecer, então os sonhos dele também são igualmente assim. É como ela mesma diz: “Estou me esforçando, então se esforce também”. Vejo esse empurrão como algo que ele precisava para ter uma iniciativa e não desistir. É bom ver como um ajuda o outro, mesmo que não seja de forma presencial.

Passando para a parte final, temos a preparação para o desfile com as roupas do Yanagida. No próximo episódio (que saiu ontem) teremos o primeiro clímax. O que posso dizer por hora é que esse desfile, além de ser importante para a carreira do Yanagida, é de extrema importância tanto para o Tsumura, quanto para a Chiyuki, visto que ele irá ajustar a roupa para a Chiyuki e ela irá desfilar pela primeira vez. Esse evento vai um grande passo para a realização do sonho dos dois. Estou muito ansioso para ver como ficará na adaptação. Tem tudo para ser lindo (cof e fazer eu chorar cof).

Esses olhos… Essa determinação…

Eu quero falar um pouco sobre a OP e a ED. Amei MUITO as duas. As músicas de ambas são maravilhosas (mexem comigo de uma forma diferente). Quero ressaltar que a OP que reflete um pouco da situação do Tsumura e da Chiyuki e das dificuldades que eles enfrentaram. Já a ED, eu dou destaque para a parte artística dela. O trabalho de coloração ficou incrível. Adorei o jogo com as cores e como cada quadro tem uma coloração tema simplesmente PERFEITA! De resto, a animação continua muito boa, igualmente em sua direção e a compositora de série está arrasando!

Perfeição!!!
  • Conclusão:

Runway de Waratte, apesar de estar corrido, continua muito bom. Sabendo cortar as partes que não são tão necessárias e colocar o essencial nos episódios. Minha nota para o anime continua sendo 10 e tem TUDO para se tornar um dos meus animes favoritos ^^.

Essa sequência é maravilhosa
Fofo
Olha que bebezinho S2
Chiyuki belíssima
Concordo!
Oh no…
Eu preciso saber quem animou essa cena, preciso exaltar a existência desse animador perfeito!